Esclarecimentos sobre Recuperação Tributária

Pagamos muito imposto?

Pagamos muito porque somos cobrados e pagamos mais ainda porque desconhecemos o que pagamos.Dessa forma pagamos desnecessariamente. Pagamos mais do que deveríamos para sermos considerados bons pagadores.

PAGAMOS EM EXCESSO.

Qual nossa atitude a este respeito? Simplesmente reclamamos ou agimos?

Podemos começar a agir simplesmente recuperando tudo o que pagamos a maior ou indevidamente no decorrer dos últimos 60 (sessenta) meses.

É perfeitamente legal e não nos causa nenhum transtorno por parte de quem quer que seja, uma vez que estaremos exercendo um direito que é nosso constitucionalmente.

Através da revisão, à luz da legislação vigente, de nosso proceder quanto à definição do que e quanto deveríamos pagar em razão do exercício de nossa atividade econômica e levando em consideração as decisões emanadas de nossos tribunais na esfera judicial e na administrativa, poderemos fazer voltar ao nosso caixa, ora corrigido ora não, os valores pagos a maior ou indevidamente em todos os tributos que recolhemos, principalmente nos calculados na forma de débito e crédito (I.C.M.S. – P.I.S. – COFINS – I.P.I. -tributos incidentes sobre valor agregado).

Trabalho executado sem custo antecipado, ganho diretamente proporcional ao valor recuperado e utilizado, confidencialidade absoluta e executado por profissionais de capacidade comprovada.

O acompanhamento de um profissional da área é sempre desejável, e necessário. As empresas ligadas ao Sindimilho & Soja possuem uma prestação de serviços especializada nesta área. Consulte o Sindimilho & Soja, estamos a sua disposição.

Fonte: Êxitos Planejamento Econômico Financeiro e Tributário (Osvaldo Peres da Silva)