imagem google

Workshop na Fiesp orienta indústrias sobre disputa de R$ 1,1 bilhão em negócios para os Jogos Olímpicos Rio 2016

Dempi promoveu encontro para apresentar oportunidades para fornecedores

Patrícia Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

Para estimular a participação da indústria paulista nas oportunidades de negócios oferecidas pelos Jogos Olímpicos Rio 2016, o Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) promoveu nesta quinta-feira (24/9), na sede da entidade, um workshop que explicou como participar do processo.

Ana Cecília Martyn Milagres, gerente de Planejamento de Suprimentos do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, apresentou as oportunidades de vendas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Segundo ela, para participar da concorrência, as empresas precisam se cadastrar no portal de suprimentos dos Jogos Olímpicos e lançar propostas para os editais abertos. Ana Cecília mostrou passo a passo como as empresas têm que fazer para participar da concorrência e licitações. “No Portal da Indústria também é possível conferir quais processos estão em andamento e quais produtos estão sendo comprados no site Indústria Campeã”, afirmou.

“O setor produtivo pode disputar mais de 30 processos de compras só em setembro. A CNI e o Comitê Organizador da Rio 2016 têm parceria para divulgar editais e orientar empresas sobre o processo. É importante que todos fiquem atentos”, disse Cristiano Silva, coordenador de Projetos da CNI.

Também participaram do encontro Augusto Dalman Boccia, diretor do Dempi, Victor Hajjar, membro do Comitê da Cadeia Produtiva do Desporto da Fiesp (Code) e João Saravia, diretor de Suprimentos do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Fique atento

Até o final do ano, serão contratados bens e serviços no valor de R$ 1,1 bilhão. Em setembro, há 33 processos de compras abertos que buscam fornecedores especialmente nas áreas de equipamentos médicos e medicamentos, materiais esportivos, estruturas modulares, construção civil e vestuário. Até o momento, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, responsável pelos contratos, já desembolsou R$ 1,9 bilhão.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1574299187

Workshosp na Fiesp sobre oportunidades para indústrias nos Jogos do Rio 2016. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


A CNI firmou acordo com o Comitê para ajudar a divulgar as compras e incentivar a participação do setor produtivo nacional. Até o momento, pelo menos 202 grandes contratos de concorrência, com negociações acima de R$ 50 mil, foram assinados com companhias brasileiras.

O site é fruto de uma parceria entre o Comitê e a CNI para divulgar as oportunidades abertas com a realização da maior competição esportiva do mundo no Brasil. A ideia é também incentivar a participação de micro e pequenas empresas. “Fechar um contrato como esse pode transformar um negócio. O nível de qualidade exigido é alto, e a empresa acaba sendo qualificada para disputar contratos em outros eventos internacionais”, finalizou João Saravia diretor de Suprimentos do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.