imagem google

Vôlei: meninas do Brasil vencem a Sérvia, conquistam a classificação e enfrentam a Rússia

Sonho do bi olímpico continua vivo. Desafio diante das russas será na terça-feira (07/08)

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1600634957

A central Thaisa Menezes supera o bloqueio sérvio.

A primeira boa notícia veio antes mesmo da entrada em quadra do time brasileiro, assim que se confirmou a derrota da Turquia para os Estados Unidos – um triunfo turco eliminaria automaticamente as chances brasileiras.

Com o sonho do bicampeonato olímpico novamente vivo, a equipe feminina do Brasil fez a sua parte e superou a da Sérvia, atual campeã europeia por 3 sets a 0 (25/10, 25/22 e 25/16) em uma hora e oito minutos de jogo, garantindo a quarta vaga do grupo B do torneio de vôlei dos Jogos Olímpicos de Londres.

Um dos destaques da seleção foi a levantadora Dani Lins, do Sesi-SP, com boa variação de jogadas, seis defesas e um ponto de ataque.

Fabiana, contratação do Sesi-SP para a temporada, fez 10 pontos.

O próximo desafio é a seleção da Rússia, líder da chave A, pelas quartas de final. O jogo contra as bicampeãs mundiais será na terça-feira (07/08), com início previsto para as 11h (horário de Brasília).

O jogo

Imagem relacionada a matéria - Id: 1600634957

Equipe comemora a vitória e a classificação.

Depois da vitória americana sobre a seleção da Turquia, a equipe do técnico José Roberto entrou em quadra mais tranquila, precisando vencer por qualquer placar para avançar. Depois de um início equilibrado, Sheilla foi para o saque e o Brasil abriu cinco pontos de vantagem (08/03). A vantagem foi ampliada e a seleção chegou a abrir uma margem de 12 pontos (21/09). O bloqueio de Fabiana fechou o set em 25/10.

No segundo set, a Sérvia começou empolgada, abrindo 03/01 em ataque de Maja Ognjenovic. O Brasil virou o placar em 04/03, mas o jogo prosseguiu disputado ponto a ponto. A Sérvia retomou a frente do placar em 13/12 e 14/13, mas as brasileiras passaram novamente à frente com dois bloqueios de Thaisa (15/14 e 16/14).  O Brasil foi administrando a vantagem magra até o final e fechou o set em 25/22 em mais um bloqueio de Thaisa, maior pontuadora brasileira (16 pontos).

No terceiro set, mais uma vez a Sérvia esteve duas vezes na frente (04/03 e 08/07), mas o Brasil retomou o comando do placar para abrir uma vantagem mais confortável no meio do set (17/12). José Roberto Guimarães aproveitou oara escalar no final a atacante Natália e a oposta Tandara (do Sesi-SP). A vitória veio no serviço de Dani Lins – com ataque de Ivana Djerisilo.


Leia mais