imagem google

Texto e autora inéditos são destaque do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council

Leonardo Moreira dirigirá leitura dramática em 1º de setembro, às 20h, no Mezanino do Centro Cultural - Fiesp Ruth Cardoso

Agência Indusnet Fiesp,

Um sol cravado no céu da boca, texto inédito de Drika Nery, autora formada na segunda turma do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council, ganha leitura dramática do diretor Leonardo Moreira.

A peça terá única sessão na próxima quarta-feira (1º/09), às 20h, no Mezanino do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso. Para assistir é necessário inscrever-se previamente pelos telefones (11) 3146-7401. A entrada é gratuita e a lotação, de 50 lugares.

O evento conta com a participação de quatro atores que já integraram o Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi-SP.

O texto narra os dramas de uma mulher que não sai de casa há um ano; de um homem que planeja se matar, e de uma garota que desconfia estar grávida e que atravessa suas vidas. As três histórias se transformam em uma. Passado, presente e futuro engarrafados em São Paulo.

A leitura dramática é resultante de uma das criações desenvolvidas durante o processo de aprendizagem oferecido pelo Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council, criado em outubro de 2007, atualmente sob a coordenação da jornalista e dramaturga Marici Salomão.


Sobre a autora

Drika Nery cursou Cinema na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e participou de oficinas de dramaturgia com Samir Yazbek e Ivan Delmanto. Ela também estudou interpretação com os diretores Sérgio Ferrara e Olayr Coan. E frequentou laboratórios de criação literária e poética coordenados por Marcelino Freire e Donizete Galvão, além de laboratório de roteiro cinematográfico coordenado por Di Moretti.

A paulistana roteirizou e dirigiu os curtas-metragens Augusta rua (2005),
Realidade experimental (2004) e Réstias (2003).  Desde 2006 integra o Centro de Dramaturgia Contemporânea, grupo de pesquisa em dramaturgia coordenado por Paula Chagas Autran. É autora do livro de poesia Desde que comecei a desafinar. Escreve prosa, teatro e poesia no blog literário
Peixe Cybernéticom
.


Sobre o diretor

Formado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (USP) e mestrando em Dramaturgia pela mesma instituição, Leonardo Moreira é um dos fundadores da Companhia Hiato.

Ele escreveu e dirigiu os espetáculos Cachorro Morto e Escuro. O primeiro recebeu duas indicações ao Prêmio Femsa de Teatro, enquanto o outro, obteve uma indicação ao Prêmio CPT 2009 na categoria Melhor Autor Teatral e três indicações ao Prêmio Shell 2010: Melhor Autor, Melhor Diretor e Melhor Cenário (com Marisa Bentivegna).

Atualmente, dirige O Jardim , terceiro trabalho do grupo, e faz a dramaturgia de um dos espetáculos da Cia. Teatro Balagan, com direção de Maria Thaís.

Serviço
Núcleo de Dramaturgia Sesi – British Council
Leitura Dramática do texto
Um sol cravado no céu da boca
Local: Mezanino do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso
Endereço: Av. Paulista, 1.313 – em frente ao metrô Trianon-Masp, Capital
Data e horário: dia 1º/09/2010 (quarta-feira), às 20h
Capacidade: 50 lugares
Inscrições antecipadas: tel. (11) 3146-7401
Informações:
www.sesisp.org.br/dramaturgia
Entrada franca