imagem google

Superintendente Alexandre Pflug é designado patrono da escola do Sesi-SP na Vila Leopoldina

Homenagem foi concedida pelo presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, em cerimônia realizada na Capital

Alex de Souza, Agência Indusnet Fiesp

A unidade do Sesi-SP na Vila Leopoldina é referência em vários aspectos. O local abriga a Faculdade Sesi-SP de Educação, um ginásio, Centro de Reabilitação, o Centro de Lazer e Esporte e outros espaços que oferecem serviços na área de cultura, esporte, saúde e lazer. Assim como outros Centros de Atividades espalhados pelo estado de São Paulo, o Centro de Atividades Gastão Vidigal tem uma escola de educação básica.

“Toda escola precisa de um exemplo. Alguém que inspire as novas gerações. Por isso, tenho a alegria de designar nosso superintendente do Sesi-SP como patrono da escola da Vila Leopoldina”, anunciou o presidente da entidade, Paulo Skaf, durante solenidade realizada na quarta-feira (24/11).

Por sua vez, o homenageado disse estar surpreso e agradeceu pelo privilégio de receber a designação. “Foi uma grata surpresa. E agradeço muito a todos os que têm me acompanhado e colaborado, desde os tempos de professor de polo aquático até hoje. Tudo que realizei dentro do Sesi só foi possível devido à visão de nosso presidente, Paulo Skaf, que acreditou no projeto e tornou o sonho possível”.

Desde 2007 na entidade, Pflug começou como analista do Sesi-SP na área de Esporte, onde mais tarde se tornou diretor da divisão, quando houve fusão das áreas de Esporte e Lazer. Em 2018 veio o maior desafio, ao assumir a Superintendência da entidade. Uma das peças-chave para implantação do atual programa de esportes do Sesi-SP, Pflug contribuiu para que a entidade chegasse atualmente a 22 modalidades e 670 atletas de rendimento. Como resultado, a entidade conquistou muitas medalhas e títulos em torneios nacionais e internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos.

Na última edição dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, atletas do Sesi-SP obtiveram três conquistas, contribuindo com o Brasil para a melhor campanha da história, na qual o país terminou sua participação em 7º lugar com 72 medalhas e recordes.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638118816

Superintende Alexandre Pflug é patrono da escola do Sesi-SP na Vila Leopoldina. Foto: Karim Kahn/Fiesp