imagem google

Sesi-SP amplia programa ‘Grande Sacada’ e aumenta interação entre alunos e ídolos do vôlei

Atletas das equipes de vôlei do Sesi-SP visitam alunos em Cerquilho e Cajamar (no dia 23/11) e Hortolândia (30/11)

Giovanna Maradei, Agência Indusnet Fiesp

Desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) desde março de 2013, o programa “Grande Sacada”, que promove encontros entre atletas das equipes adultas do vôlei do Sesi-SP e alunos de diversas unidades da instituição, está sendo ampliado, incluindo até mesmo uma visita de jogadores às casas dos jovens estudantes.

As primeiras visitas nesse novo formato ocorrem já neste sábado (23/11), em duas unidades do Sesi-SP: Cajamar, que atende 64 alunos, com a presença da equipe do vôlei feminino, e Cerquilho, que atende 86 alunos, com jogadores do time masculino. No final de semana seguinte, também no sábado (30/11), o time de vôlei feminino vai à unidade de Hortolândia, que atende 181 alunos.

Sempre preocupado em reforçar a chamada “pedagogia do exemplo”, o Sesi-SP criou ações como a “Grande Sacada” para incentivar a prática do esporte e, principalmente, para disseminar seus valores por meio de professores e atletas, que se tornam modelos para essas crianças e jovens.

“É nesses momentos que realçamos os valores do esporte. Não existe sucesso sem respeito, humildade, disciplina, dedicação, persistência, superação, inovação e trabalho em equipe”, afirma José Montanaro Júnior, gestor do Departamento de Esportes do Sesi-SP e um dos responsáveis pelo programa “Grande Sacada”.

Serginho joga vôlei com alunos do Sesi-SP de Mauá em atividade do Grande Sacada. Foto Sesi-SP Mauá

Serginho joga vôlei com alunos do Sesi-SP de Mauá em atividade do Grande Sacada. Foto Sesi-SP Mauá


Sandro, capitão do time de vôlei masculino do Sesi-SP, concorda. “A Grande Sacada é um programa vencedor, que desde o inicio deu muito certo, aproxima cada vez mais os alunos do Sesi-SP com nossa equipe. E esse é nosso principal objetivo, trazer os alunos para nosso lado e servir de exemplo para eles”, disse o jogador.

Visitas nas casas

Conscientes dos benefícios trazidos pelo programa, os atletas agora passam a visitar um maior número de unidades e ficam mais tempo trocando experiências com os estudantes, chegando até mesmo a almoçar na casa de algumas famílias selecionadas pela escola.

Nesse novo formato, o dia começa com uma clínica de esportes. Depois, é feita uma pausa para o almoço. As atividades terminam com um treino conjunto. Importante: durante a pausa, sete atletas visitam a casa de sete alunos para almoçar com eles e suas famílias. A outra metade do time permanece na escola e faz a refeição com a turma dos alunos matriculados no esporte escolar.

“Ele está animadíssimo. E nós também”, conta Maria Aparecida Zatoni de Souza, mãe de Ruan Oscar de Souza, aluno da 8ª série do CAT Tatuí e um dos selecionados para receber a visita de um atleta na sua casa.

Sidão em atividade do Grande Sacada em Mauá: exemplo e lições do esporte. Foto Sesi-SP Mauá

Sidão em atividade do Grande Sacada em Mauá: aprendizagem pelo exemplo. Foto Sesi-SP Mauá


“Essa oportunidade de visitar as casas dos alunos vai ser importante para ficarmos mais tempo com eles e poder passar nossas experiências no esporte e na própria vida, além de proporcionar um dia que certamente eles nunca esquecerão”, confirma Sandro, que será um dos atletas a visitar a casa de um dos alunos.

“Assim, procuramos mostrar como é importante ter o espírito de um verdadeiro campeão dentro das quadras e, principalmente, fora delas”, completa Montanaro. “É disso que o Brasil precisa.”

Seleção dos alunos

Para ser selecionado, o aluno da rede de ensino Sesi-SP deve estar matriculado e ter boa frequência na turma de esporte escolar do vôlei, ser filho de beneficiário da indústria, ter bom comportamento e também bom desempenho escolar.

Por questões técnicas, as famílias desses alunos, além de dispostas a participar, precisam morar em um raio máximo de 10 quilômetros da escola e frequentar todas as reuniões convocadas pela entidade.