imagem google

Senai-SP inaugura laboratório de ensaios em implantes em Rio Claro

Abertura do espaço nesta sexta-feira (21/06) contou com a presença do presidente da Fiesp e do Senai-SP, que pediu um minuto de silêncio pela morte do estudante Marcos Delefrate, aluno da unidade do Senai-SP em Ribeirão Preto

Agência Indusnet Fiesp 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) inaugurou,  nesta sexta-feira (21/06), às 15h, em Rio Claro, o Laboratório de Ensaios em Implantes da Escola Senai Manoel José Ferreira. O espaço foi criado para apoiar a competitividade do segmento e tem como objetivo oferecer ensaios físicos e químicos para as indústrias da região. Desde 2008, Rio Claro – município a aproximadamente 180 kms da capital paulista – vem se projetando como polo de fabricação e desenvolvimento de implantes e instrumentais cirúrgicos para os setores de ortopedia, neurologia e bucomaxilofacial.

O evento contou com a participação de autoridades como o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Senai-SP e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, do diretor técnico do Senai-SP, Ricardo Terra, e do prefeito de Rio Claro, Palminio  Altimare Filho.

Skaf: novos investimentos em unidades do Sesi-SP e Senai-SP em Rio Claro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Paulo Skaf: novos investimentos em unidades do Sesi-SP e Senai-SP em Rio Claro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Na solenidade, Skaf afirmou que suas visitas a Rio Claro estão relacionadas a novos investimentos em unidades do Sesi-SP e Senai-SP. “Estive aqui em 2010, 2011 e 2012. Estou vendo que tem um aluno que vai participar do WorldSkills, vai competir na área de marcenaria”, disse em referência ao maior torneio de formação profissional do mundo, que reunirá representantes de mais de 50 países em Leipzig, na Alemanha, entre os próximos dias 2 e 7 de julho.

Candidato ao WorldSkills na categoria marcenaria, Leandro de Lima Rosolen disse estar animado com a competição. “Estou muito feliz porque Rio Claro nunca ganhou nenhuma medalha nesse evento. Espero fazer bonito.”

Skaf aproveitou a ocasião para pedir um minuto de silêncio pela morte do estudante Marcos Delefrate, aluno do Senai-SP em Ribeirão Preto, atropelado na noite de quinta-feira (20/06) durante uma manifestação na cidade.

“Toda sexta é um dia de festa porque inauguramos uma escola, mas hoje eu estou triste pelo falecimento de um aluno do Senai-SP durante as manifestações”, disse. “A movimentação tem toda legitimidade e as pessoas têm o direito de reivindicar melhor moradia, melhor transporte público, melhor saúde, melhor educação. Acho que 99% dos participantes estão bem intencionados, mas tem uma minoria que age de forma desequilibrada”.

Diretor técnico do Senai-SP, Ricardo Terra compareceu à inauguração representando o  professor Walter Vicioni Gonçalves, superintendente do Sesi-SP. “Nestes 70 anos o Senai se transformou na escola da indústria.  Agora, a entidade é inspirada por um homem que enxerga o futuro e se transformou numa referência em formação profissional e numa plataforma tecnológica. É por isso que estamos inaugurando esse laboratório de implantes em Rio Claro.  Hoje a entidade tem 38 laboratórios e é a maior rede privada de laboratórios acreditados pelo Inmetro.”

O prefeito de Rio Claro, Palminio Altimare Filho, também participou do evento.

O Laboratório de Ensaios em Implantes de Rio Claro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

O Laboratório de Ensaios em Implantes de Rio Claro: referência para a região Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Os ensaios da Escola Senai  Manoel José Ferreira têm a finalidade de proporcionar confiabilidade nos implantes, maior valor agregado ao produto e melhoria da qualidade de vida dos usuários. O laboratório também tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de novos materiais, auxiliando o setor a fabricar produtos mais competitivos.

Atualmente, a escola oferece quatro cursos de Aprendizagem Industrial para as áreas de Mecânico de Usinagem, Eletricista de Manutenção, Mecânico Automobilístico e Marceneiro Tapeceiro, dois Cursos Técnicos (Eletromecânica e Cerâmica) e 72 títulos de formação inicial e continuada destinados a onze áreas tecnológicas (Automação, Automotiva, Construção Civil, Eletroeletrônica, Gestão, Logística, Madeira e Mobiliário, Metalmecânica, Metalurgia, Cerâmica e Têxtil e Vestuário). Somando todos os cursos, a unidade contabiliza cerca de 4 mil matrículas anualmente.