imagem google

Senai-SP expõe produtos inovadores em Congresso da Micro e Pequena Indústria

No VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria, nesta quinta-feira (10/10), instituição mostrou aos empresários projetos de inovação que podem ajudar empresas dos mais diferentes setores

Giovanna Maradei, Agência Indusnet Fiesp

Nas salas de apresentação do VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria, muitos dos painéis trataram de inovação. Do lado de fora o clima não era diferente. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) organizou, no terceiro andar do Hotel Renaissance, em São Paulo, onde foi realizado o Congresso, nesta quinta-feira (10/10), uma exposição repleta de produtos e propostas inovadoras ligadas à instituição.

O VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria é uma iniciativa do Departamento de Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp).

Todos os que passavam pelos estandes podiam pegar os produtos e fazer perguntas sobre eles. A feira demonstrou aos empresários presentes o potencial do investimento em pesquisa e design inovadores, tanto para as grandes quanto para as médias e pequenas empresas.

Pesquisa e projetos

Ao chegar à exposição, um dos estandes que mais chamavam a atenção era o do Programa Sesi-Senai de educação em nanociência e nanotecnologia. Com lâmpadas de led, vídeos, maquetes e uma maleta digna de filmes de espionagem, a ideia era mostrar para os empresários a Escola Móvel de Nanotecnologia e também todo o potencial inovador das pesquisas nessa área.

Segundo Nivaldo de Freitas, responsável pela divulgação do projeto na exposição, a nanotecnologia gera muita empolgação quando apresentada, tanto pelo seu potencial quanto por todo o campo de pesquisa que ainda pode ser explorado.

Ao lado, outro espaço bastante comentado era o da impressora 3D. Nele, os visitantes podiam ver a máquina funcionando e também os produtos impressos por ela. Desenvolvida para a impressão de objetos em diversos materiais, a máquina hoje é usada principalmente para o desenvolvimento de protótipos, impressionando pela perfeição das esculturas.

A impressora 3D exposta pelo Senai-SP no VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria. Foto: Adriana Santos/Fiesp

A impressora 3D exposta pelo Senai-SP no Congresso da Micro e Pequena Indústria. Foto: Adriana Santos/Fiesp


Leandro Marcado, coordenador do Núcleo de Jovens Empreendedores do Ciesp de São José do Rio Preto, ficou bastante empolgado com o que viu. ”A feira impressora 3D me deixou realmente impressionado. Nunca tinha visto uma funcionando, só em vídeos.”.

Inovação pelo design

Escovas com 3 pontas, embalagens versáteis para cosméticos, pedal para acionamento da descarga e até um venoscópio, objeto usado para a visualização e localização de veias em crianças, também estavam em exposição. Uma prova de que ideias simples podem melhorar, e muito, alguns produtos.

Um bom exemplo é a grelha curvada desenvolvida pelos designers do Senai-SP, Ana Lúcia Domigues e Guilherme Rodrigues, dentro de uma incubadora de negócios.   A criação permite cozinhar de forma com que o excesso da gordura seja escoado, mas sem deixar o alimento secar, como acontece na maioria das grelhas elétricas atualmente comercializadas.

A novidade deve ir para o mercado no final desse ano, ou no início do ano que vem. E é motivo de orgulho para os seus criadores. “A gente atende todo tipo de empresas, mas eu particularmente prefiro as menores, nelas a gente não só aprende como vê os resultados do projeto na vida do empresário” contou Guilherme.

Outras atividades

Além da exposição, durante o Congresso da Micro e Pequena Indústria, os empresários também podiam visitar um estande da Senai-SP Editora e imprimir as fotos tiradas no local, além de visitar estandes de universidades e também a sala de crédito, onde vários Bancos ofereciam seus produtos para os convidados interessados.

Segundo Ben Hur Rodolpho, gerente empresarial da Caixa Econômica Federal, ações como essas trazem bastante resultado. “Entre os cinco clientes da minha carteira atualmente, três são da sala crédito”, disse.