imagem google

Senai-SP apresenta soluções tecnológicas e educacionais ao Comtextil

Em evento on-line do Comtextil, diretor regional do Senai-SP faz panorama da evolução da instituição durante a gestão do presidente Paulo Skaf

Núcleo de Comunicação do Senai-SP

O Senai-SP participa de encontro on-line com o Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário (Comtextil) da Fiesp, no dia 28/9, e apresenta soluções tecnológicas e educacionais da instituição aos conselheiros.

O Comtextil é composto por 56 membros, incluindo profissionais dos setores da indústria têxtil, do vestuário e da confecção, técnicos têxteis, profissionais de maquinários nacionais e importados, que representam os sindicatos e associações de toda o setor. Sua missão é alavancar os setores industriais por meio de ações baseadas em análises, estudos, projetos e pesquisas voltadas a beneficiar indústrias do ramo têxtil de modo preciso e eficiente, trazendo reflexo imediato e progressivo para toda a cadeia produtiva do setor.

Constituído em 19 de outubro de 2004, na gestão do presidente Paulo Skaf e sob a coordenação de Elias Miguel Haddad, seu atual diretor titular, o Comtextil vem desenvolvendo significativas ações e projetos para atender as demandas do mercado brasileiro e externo. Dentre suas atividades, a reunião mensal busca trazer temas importantes para o setor e, este mês, Ricardo Terra, diretor regional do Senai-SP, faz um balanço da evolução dos últimos 17 anos e um panorama institucional da casa.

Elias Miguel Haddad, empresário e uma das principais referências do mercado têxtil no Brasil, fez a abertura do evento on-line e parabenizou o Senai-SP por oferecer toda essa infraestrutura para a sociedade e para indústria. “Sinto orgulho em relação a essa grandiosidade do Senai-SP”, celebra Elias Haddad.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1635383176

Educação e tecnologia

Atualmente, o Senai-SP conta com estrutura de 6.200 colaboradores, 92 escolas fixas, 78 escolas móveis e 14 Institutos Senai de Tecnologia. “Apenas na gestão do presidente Paulo Skaf, de 50 passamos a 78 escolas móveis, que puderam chegar em locais onde não temos escola fixa do Senai-SP e existe necessidade da indústria”, lembra Terra.

A instituição se divide em duas grandes áreas de atuação: educação e inovação tecnológica. Do ponto de vista educacional, o Senai-SP é a escola da indústria, com a missão de promover e apoiar seu desenvolvimento com capital humano. Na evolução da instituição, as palavras de ordem da gestão do presidente Paulo Skaf “inovação e tecnologia” estiveram à frente da criação da plataforma tecnológica. Hoje, o Senai-SP atua em 16 áreas tecnológicas, com 14 institutos de tecnologia e inovação, buscando olhar para as pequenas e médias empresas.

Após a apresentação de Ricardo Terra, os representantes do Comtextil encerraram o evento agradecendo a participação do Senai-SP e reforçando a grandiosidade da estrutura da instituição.