imagem google

Retrospectiva 2013 – Maior atuação e interlocução da indústria em todas as regiões do estado

Em benefício do desenvolvimento local, as entidades da indústria se fizeram presentes com ações de estímulo a inovação, valorização das vocações regionais e iniciativas de educação e qualidade de vida

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

“Pensar globalmente e agir localmente”. Com essa premissa, as entidades da indústria – a Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), o Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) e a Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai-SP) – no ano de 2013, atuaram em benefícios do desenvolvimento regional, desenvolvendo uma forte articulação e parcerias com prefeituras locais, visando valorizar cada cidade.

Ação regional em prol a educação

No mês de setembro, durante o São Paulo Skills, Paulo Skaf, realizou um encontro com diretores das bases regionais do Ciesp e diretores do Depar/Fiesp.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Paulo Skaf com empresários e diretores regionais. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Ao falar aos empresários paulistas, Skaf destacou as iniciativas que as entidades da indústria protagonizam em prol da educação e qualificação profissional. “O que está acontecendo aqui é coisa de primeiro mundo. Em poucos países se vê o que está sendo mostrado hoje. Este é um trabalho que faz bem à indústria, ao país e ao nosso Estado”, afirmou.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Paulo Skaf entre os prefeitos de Cajati, Luiz Henrique Koga, e Penápolis, Célio José de Oliveira. No canto direito: Walter Vicioni, do Sesi-SP e Senai-SP. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Durante todo o ano, os diretorias regionais do Departamento de Ação Regional (Depar) da Fiesp realizaram forte articulação junto às prefeituras para divulgar e estimular a adoção do Sistema Sesi de Ensino em várias cidades.

No mês de dezembro, foi realizada a assinatura de convênio para implantação do Sistema nos municípios de Cajati e Penápolis, fruto da articulação dos diretores regionais com as autoridades dessas localidades.

Outros municípios que implantaram o Sistema Sesi de Ensino no ano de 2013 foram: Agudos, Anhembi, Araraquara, Bom Jesus dos Perdões, Cajati, Garça, Iperó, Jarinu, João Ramalho, Mairinque, Penápolis, Presidente Epitácio, Reginópolis, Tietê, Guaiçara e Itupeva.

No mês de fevereiro, o recém-empossado  prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, realizou uma visita à sede da Fiesp. O objetivo do encontro foi discutir as possibilidades de parceria na área educacional e de atuação conjunta na candidatura de São Paulo para sediar a Expo 2020, entre outros temas.


Estímulo à inovação em várias cidades 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Cerca de 50 empresários participaram de palestras no primeiro módulo do NAGI-PG, na Fiesp/Ciesp

A Fiesp, com o apoio do Ciesp e Senai-SP, promoveu uma verdadeira maratona de palestras, por várias cidades paulistas, para capacitar as indústrias a aproveitarem as potencialidades e oportunidades de negócios do setor de Petróleo e Gás.

Por meio do Núcleo de Apoio à Gestão e Inovação do Petróleo e Gás (Nagi-PG) foi desenvolvido um programa para estimular as empresas implantem a cultura da inovação, desenvolvam e forneçam seus produtos e serviços para a cadeia de P&G e aumentem o conteúdo local.

Além da capital paulista, as cidades contempladas com eventos do programa foram Sertãozinho São José dos Campos, Campinas, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto e Campinas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Participantes do curso do Programa Nagi-PG visita a Refinaria de Paulínia. Foto: Colaboração Ciesp Campinas

No mês de abril, os participantes do Projeto Nagi-PG visitaram Refinaria Replan, na cidade de Paulínia, com o objetivo de conhecer os procedimentos de cadastramento e identificar oportunidades de projetos e negócios com empresas do setor de Petróleo e Gás. 

Ampliando negócios regionais 

Dois eventos, realizados em ano, tiveram o propósito de valorizar a vocação econômica regional e estimular mais oportunidades de negócios para as indústrias: a Feira Fenasucro e o Dia do Empresário da Indústria da Região de Campinas. 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Skaf (o segundo da esquerda para a direita) e autoridades na abertura da Fenasucro. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

Na abertura da Fenasucro em Sertãozinho, no mês de agosto, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, ressaltou a importância da dos investimentos no setor. “[Essa feira] é a vitrine de um setor eficiente, e que faz muito bem ao Brasil”.

Ele afirmou, ainda, que sem investimentos o Brasil poderá enfrentar uma falta de combustível, com a necessidade de importação de gasolina.

Também no mês de agosto foi realizado o evento setorial “Dia do Empresário da Indústria da Região de Campinas”, um encontro para os novos associados das entidades sindicais participantes.

A apresentação, organizada pela Central de Serviços (CSER) da Fiesp, com o apoio da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), contou com a presença de presidentes de sindicatos e de representantes de aproximadamente 100 empresas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Empresários conheceram os serviços oferecidos pelos departamentos da Fiesp. Foto: CSER

Durante o evento, representantes do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) de Campinas também mostraram o que as entidades oferecem aos empresários.

No mês de novembro, a Fiesp e o Ciesp realizaram sua maior rodada de negócios em 2013, com a participação de mais de 200 empresários. O evento visou proporcionar o contato com empresas dos mais segmentos, promovendo os primeiros contatos das pequenas e médias com grandes empresas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Empresários aprovaram o formato “cara a cara” da Rodada. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A rodada fomentou a relação comercial entre os participantes durante as reuniões agendadas previamente e foi uma oportunidade única para dinamizar compras e vendas de produtos e serviços em um mesmo local. “Para 2014, traremos novas oportunidades para as empresas paulistas na área de negócios”, adiantou o coordenador das rodadas e diretor de Produtos e Serviços do Ciesp, José Henrique Correa de Toledo.


Baixada Santista

No início de junho, foi oficializada a ampliação do terminal da Copersucar no Porto de Santos, em cerimônia que contou com a presença do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e de diversas autoridades, como o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ex-prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab e o segundo vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Paulo Skaf e o segundo vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, observam maquete do novo terminal. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

Na ocasião, Skaf defendeu a ampliação da capacidade portuária e ferroviária no Brasil: “sou um grande defensor da modernização dos portos. A MP dos Portos é muito positiva para o Brasil. Gera concorrência, o que traz maior eficiência e redução de custos. E é disso que precisamos: reduzir os custos dos serviços nesse país”, afirmou.

No mês de dezembro foi realizado, na sede da Fiesp, o Fórum para o Desenvolvimento do Polo Industrial de Cubatão, evento que reuniu especialistas, empresários e autoridades para discutir e buscar soluções para os principais problemas que entravam os processos de desenvolvimento do polo industrial do município.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571757820

Problema com logística foi tema de debate no fórum Megapolo Cubatão. Foto: Everton Amaro/FIESP


Na abertura do evento, Skaf destacou a importância da região. “A região metropolitana da baixada santista abriga quase 2 milhões de pessoas e tem uma importância tremenda por causa do Pré-sal. E é uma região que está com uma carga de oportunidade muito grande, o que é bom por um lado, mas por outro há uma necessidade de prever coisas e tomar providências para não agravar ainda mais os gargalos”.