imagem google

Rally da Pecuária 2011 aponta crescimento da safra de pasto

Expedição técnica percorreu 30 mil quilômetros em nove estados e relevou uma disponibilidade de pastagem superior à expectativa pré-rally

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1600637415

André Pessoa, coordenador do rally da pecuária e sócio-diretor da Agroconsult. Foto: Júlia Moraes

O crescimento de 17% da área de pastagem e o aumento da lotação de animais por hectare foram alguns dos dados divulgados nesta terça-feira (30), pela Agroconsult e Bigma, na sede da Fiesp, durante a apresentação dos resultados do Rally da Pecuária 2011.

De acordo com André Pessoa, coordenador do rally da pecuária e sócio-diretor da Agroconsult, pela primeira vez uma equipe de expedição técnica conseguiu medir, in loco, a pecuária bovina de corte e a qualidade das pastagens no Brasil. Os técnicos visitaram nove estados, totalizando 30 mil quilômetros percorridos. “Graças ao empenho dos técnicos e ao apoio dos nossos colaboradores, construímos indicadores de confiabilidade e qualidade, que serão úteis para os produtores”, avaliou Pessoa.

Também presente no evento, o diretor-titular do Departamento de Agronegócio (Deagro) da Fiesp, Benedito da Silva Ferreira, disse que o estudo foi um importante passo na captação de informações do setor pecuário: “Não é possível intensificar os investimentos e políticas públicas eficientes sem uma base de dados confiáveis”.

Resultados

A expedição técnica percorreu, entre 26 de setembro e 11 de novembro de 2011, as principais regiões de cria, recria, engorda e confinamento de gado em novo estado brasileiros, onde estão concentrados 75% do rebanho bovino, correspondentes a 85% da produção de carne no País.

O estudo constatou uma disponibilidade de pastagem 17% maior que a expectativa pré-rally. Para os pesquisadores, o bom desempenho foi resultado dos investimentos dos pecuaristas na aquisição de novas tecnologias e, também, o aumento da composição dos rebanhos de categoria mais leve (animais mais jovens), reduzindo o peso médio e a demanda por capim.

Outra novidade foi o aumento da lotação média de gado por hectare. Os dados apontam 1,6 animais por hectare, contra uma lotação média brasileira de 1,22 animais por hectare. Com relação ao confinamento, o levantamento apontou um aumento de 23,8% no número de animais confinados. Para o próximo ano, a expectativa é que o crescimento seja superior a 18%.

Além disso, os produtores desejam melhorar as áreas de pastagem. Segundo Mauricio Palma Nogueira, coordenador do rally da pecuária e sócio-diretor da Bigma Consultoria, 75% dos produtos entrevistados afirmaram que pretendem realizar alguma reforma: “Vale lembrar que a recuperação da pastagem custa 60% de uma reforma”, alertou.

De acordo com a expedição técnica, apenas 12% das pastagens avaliadas precisam de reformas, tendo em vista que o pasto encontra-se em estado avançado de degradação. Já 18% podem ser recuperados com o uso de tecnologias adequadas.

Na próxima semana, os dados serão apresentados para os representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Sobre o evento

O Rally da Pecuária é uma expedição nacional que avalia, in loco, a situação atual da pecuária bovina de corte nas principais regiões produtoras do Brasil. Durante a expedição, os técnicos visitaram 90 fazendas, amostraram 400 pastos e realizaram eventos com pecuaristas convidados, que responderam a 431 questionários com informações qualitativas. Os dados coletados foram decisivos para o mapeamento do setor.