imagem google

Profissionais da saúde discutem doação e transplantes de órgãos

Situação atual do Brasil e aprimoramento de programas para este fim serão debatidos durante simpósio nesta terça-feira (12), na sede da Fiesp

Dados do Ministério da Saúde mostram que o número de transplantes de órgãos cresceu 10% no ano passado na comparação com 2007. Empenhados em melhorar as estatísticas, profissionais da saúde se reunirão nesta terça-feira (12), na Fiesp, para discutir o assunto durante o simpósio “Doação de órgãos e transplante no Brasil”.

Em 2008, o Ministério da Saúde contabilizou 19.125 transplantes contra 17.428 registrados em 2007. A conta é simples: o crescimento do número se deve ao consequente aumento de doadores. Em números absolutos, o Estado de São Paulo foi o que mais realizou procedimentos: 8.687 no ano passado.


Simpósio

A diretora do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde (Comsaude) da Fiesp, Yvonne Capuano, vai coordenar os trabalhos da mesa que irá debater a situação do transplante de órgãos no Brasil. O simpósio também terá palestras sobre legislação de transplante, modelos de organização de doação e captação de órgãos, financiamento para transplante e educação na doação e transplante.

Realizado pelo Comsaude da Fiesp, o evento conta com apoio da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

A programação completa está disponível no site da Fiesp. Para mais informações, 


clique aqui


(arquivo em PDF).