imagem google

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, encontra-se com Paulo Skaf, na sede da indústria paulista

Com a visita, se promove a aproximação do Estado com a indústria. O senador enfatizou a urgência na aprovação da Reforma da Previdência e de maior diálogo entre partidos e governo.

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

Entre as primeiras atividades institucionais dessa semana, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, recebeu o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), que afirmou que “o Estado precisa estar próximo de quem gera riqueza neste país. Os empreendedores necessitam de tranquilidade para trabalhar, de segurança jurídica, e as empresas precisam estar fortalecidas”, ao enfatizar que o objetivo do encontro é reforçar o papel relevante da indústria.

Alcolumbre frisou a importância de aprovação da Reforma da Previdência e que foi constituída uma comissão especial de acompanhamento a fim de dar celeridade a essa matéria, no âmbito político. A primeira reunião ocorrerá amanhã, 19/3, tendo como presidente Otto Alencar (PSD) e relator, Tasso Jereissati (PSDB), da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), “assim antecipamos os debates”, avaliou o presidente do Senado, que disse estar preparado e aguardando o embate que se dará na Câmara Federal.

Em sua avaliação, a Reforma da Previdência é a reforma essencial no momento a fim de impulsionar o crescimento do Brasil, criar ambiente propício para os investidores e promover a geração de empregos na cadeia produtiva. A expectativa de Alcolumbre é que os senadores votarão a Reforma, pois o atual sistema tem gerado déficit anual que ultrapassa a casa dos R$ 250 bilhões. Ou seja, é urgente diminuir as desigualdades existentes, os privilégios e fazer justiça social, segundo o presidente do Senado.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1653337456

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), é recebido pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaf, com o objetivo de aproximar as duas casas. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp