imagem google

Polo Aquático do Sesi-SP encara Paulistano nas semifinais da Liga Nacional

Em terceiro na tabela, Sesi-SP joga nos dias 6 e 7/12 por uma vaga na final. Fluminense e Pinheiros fazem a outra semifinal.

Agência Indusnet Fiesp

O time de polo aquático do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) encerrou a fase de classificação após a partida contra o Paulistano, na Vila Leopoldina, onde acabou derrotado pelo placar de 8 a 5 (CAP 3×2 Sesi / 4×1 / 0x0 / 1×2), e ficou na terceira colocação na classificação geral da VII Liga Nacional.

Mesmo perdendo para o Pinheiros na última sexta-feira (28/11) por 13 a 11 (ECP 4×3 Sesi / 1×2 / 4×3 / 4×3) e para o Paulistano na manhã de domingo (30/11), o time da Vila já estava com a sua vaga garantida nas semifinais pelo confronto direto por ter vencido o Fluminense nos dois primeiros turnos da competição.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1568573815

Sesi-SP precisa ganhar uma partida e pelo menos empatar a outra no confronto com Paulistano. Foto: Lucas Dantas/Sesi-SP Divulgação


Agora, a equipe enfrenta Paulistano nos dias 6 e 7 de dezembro. O primeiro jogo está marcado para a piscina do Paulistano, às 19h. No domingo, a partida será na Vila Leopoldina, às 12h. Com melhor campanha, o Paulistano leva a vantagem de jogar por dois resultados iguais para se classificar. O Sesi-SP precisa ganhar uma e pelo menos empatar a outra. Em caso de uma vitória para cada lado, a vaga será decidida pelo saldo de gols nos dois jogos. A final será dia 13/12, na Vila Leopoldina.

Para Avallone, agora começa tudo do zero, é outro campeonato e todos os times classificados possuem chances de se tornarem campeões. O técnico ressalta que a fase de semifinal exigirá bastante dos jogadores.  

“Agora é outro campeonato, a semifinal é mata-mata. É um jogo no sábado e o outro no domingo, prevalecendo o condicionamento físico dos atletas, a calma e o sangue frio. Mudamos um pouco os objetivos depois da vitória sobre o Fluminense, em que garantimos a nossa classificação. No jogo contra o Pinheiros provamos algumas coisas, contra o Paulistano provamos outras, mas para as semifinais não vamos mudar nada não”, completou.

O jogo

Com as duas partidas deste fim de semana valendo apenas para conhecer a posição das equipes e definir as semifinais, o técnico André Avallone, optou por fazer um trabalho de força com os atletas Tony Azevedo, Marcelo Chagas e Antônio Herman durante os treinos e poupá-los da última partida da segunda fase do campeonato.

Assim, o  jogo contra começou equilibrado, com a diferença de apenas um gol do adversário ao final do primeiro quarto. No segundo quarto, o time da Vila teve uma queda no rendimento, cometendo erros de defesa que os jogadores do Paulistano aproveitaram para ampliar o placar, marcandoquatro vezes. A etapa seguinte foi marcada pelo equilíbrio das duas equipes e com boa atuação dos goleiros. Porém, sem gols, o Sesi-SP permaneceu em desvantagem no placar.

No último quarto, o time de Avallone diminuiu com gols de Grummy e Pedro, mas não foi suficiente para bater o Paulistano. Os gols do Sesi foram de Gustavo “Grummy” Guimarães (3), Pedro Borges e Anderson “Canhoto”. Na vitória do Paulistano os gols foram de Gustavo Coutinho (3), Milan Popovic (2), Heitor Carrulo, Leandro “Flipper” Machado e Jesse Smith.

Para o capitão do time Rudá Franco, que voltava ao time após se recuperar de lesão e sem jogar desde junho, o Paulistano tem uma equipe forte mas o Sesi-SP entrará com força total para a primeira partida da semifinal.

“Vamos fazer um primeiro jogo muito bom, para no segundo jogo conseguir trazer para casa a classificação pra final. Todo jogo decisivo contra o Paulistano é complicado porque eles crescem muito e estão com um time muito forte com dois estrangeiros. Na teoria eles são favoritos pela segunda colocação, mas em jogo decisivo não tem favorito e dá para nossa equipe também fazer grandes jogos e conseguir a classificação”, afirmou Rudá, que jogou alguns minutos para ganhar confiança e motivação.

Além do Sesi-SP e Paulistano, Pinheiros e Fluminense também se classificaram para as semifinais e jogam no sábado, às 18h, no Fluminense, e no domingo, na Escola Naval do Rio de Janeiro, às 11h.