imagem google

Plano Brasil Maior: Estadão repercute artigo de Roberto Giannetti, da Fiesp

Diretor do Derex destaca que, além de modais logísticos e impostos menores, país precisa reduzir preço da energia elétrica, item prioritário da agenda competitiva brasileira

Agência Indusnet Fiesp

Em artigo publicado no jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira (15/08), o diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Roberto Giannetti, analisa que o Plano Brasil Maior – lançado pela presidente Dilma Rousseff em 2011 – teve resultados modestos. E para que a economia brasileira seja dinamizada, afirma, é preciso que a execução de políticas fiscais seja eficiente.

Entre outras medidas, Giannetti ressalta no texto que a redução do custo da eletricidade é item prioritário da agenda competitiva brasileira. “A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) tem divulgado intensamente sua proposta neste tópico. Sem energia e frete doméstico competitivos, o setor produtivo não prosperará tanto quanto seria possível”, traz o artigo, assinado pelo diretor.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.