imagem google

Peça inédita Uma Unidade Astronômica estreia dia 24 no Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp

Com dramaturgia de Daniela Funez e direção de Aline Olmos e Laíza Dantas, a montagem, que pode ser assistida gratuitamente, é resultado da produção de textos do Núcleo de Dramaturgia do Sesi-SP de 2020

Agência Indusnet Fiesp

Em um laboratório astronômico da UniAmparo, dois cientistas vivem um grande dia: a primeira sonda brasileira vai alcançar a atmosfera do sol. Durante a missão, porém, interceptam uma mensagem vinda da própria estrela. Sem avisar a NASA, os cientistas começam a corrida para traduzir essa mensagem em português. Mas no caminho da ciência também aparecem os medos e desconfianças de que essa mensagem pode ser uma ameaça à vida dos humanos da Terra, principalmente à dos cidadãos de Amparo. Será que o sol quer nos assar?

A temporada de Uma Unidade Astronômica vai de 24 de junho a 7 de agosto de 2022, no Espaço Mezanino. Com apresentações de quinta a sábado, às 20h30 e, aos domingos, às 19h30. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser reservados com antecedência pelo Meu Sesi.

Durante as apresentações no Mezanino, o Sesi-SP solicita que o público use máscaras faciais de proteção contra a Covid, já que elenco e plateia ficarão bastante próximos durante toda a encenação.

A direção do espetáculo é de Aline Olmos e Laíza Dantas. A dupla foi convidada para dar vida ao texto selecionado do Núcleo de Dramaturgia do Sesi, em 2020. A dramaturgia de Daniela Funez convida o público ao deboche, à despretensão e nos coloca em contraste com o tamanho do universo.

Uma ficção científica brasileira de baixo orçamento, com toques da precariedade da pesquisa, da universidade pública e da arte no país, Uma Unidade Astronômica aborda as reações humanas quando descobrem que o sol enviou uma mensagem para a Terra. Enquanto os cientistas se esforçam para fazer história e traduzir a tal mensagem para o português, dando novos rumos para a ciência brasileira e mundial, um ricaço decide proteger os cidadãos da sua amada Amparo e articula um projeto contra as ameaças da gigante bola amarela que quer assar a humanidade.

Regados à música dos anos 80, os atores Fábia Mirassos, Lucas Pradino e Maurício Schneider dão vida a essas personagens, além de compartilharem o palco com a robô, Glória, criada pelo bonequeiro Matias Nunes e dublada por Ma Zink.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1656794075

Ficha Técnica:

Dramaturgia: Daniela Funez | Direção: Aline Olmos e Laíza Dantas | Elenco: Fábia Mirassos, Lucas Pradino, Maurício Schneider | Iluminação: Gabriele Souza | Cenário, Trilha Sonora e Figurino: ultraVioleta_s | Vídeo: Laíza Dantas | Dublagem (Glória): Ma Zink | Bonequeiro (Glória e sonda): Matias Nunes | Aderecista (caixa mágica): Zé Valdir | Operação: Giovanna Kelly | Produção Executiva: Lud Picosque | Produção: Corpo Rastreado |  Realização: ultraVioleta_s

SERVIÇO:

Espetáculo inédito Uma Unidade Astronômica

Local: Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp

Endereço: Avenida Paulista, 1313 (em frente à estação do metrô Trianon-Masp)

Temporada: De 24 de junho a 7 de agosto de 2022. De quinta e sábado, às 20h30 e aos domingos às 19h30

Ingressos Gratuitos. As reservas podem ser feitas pelo Meu Sesi

Lotação: 50 pessoas

Duração: 60 minutos

Classificação: 16 anos