imagem google

Paulo Skaf recebe nadadores do Sesi-SP após conquista de vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Matheus Gonche e Etiene Medeiros conquistaram resultados expressivos mesmo diante das restrições impostas pela pandemia

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, recebeu na tarde desta segunda-feira (10/5), na sede da Federação, em São Paulo, os nadadores Matheus Gonche e Etiene Medeiros e os técnicos Fernando Vanzella e Renato Balan, após a Seletiva Olímpica Brasileira de Natação, que aconteceu em abril, no Rio de Janeiro.

Durante o encontro, Skaf, atletas, técnicos e diretoria comemoram a conquista da vaga olímpica do jovem nadador Matheus Gonche e falaram sobre a expectativa vivida por Etiene Medeiros, que espera a definição da vaga na repescagem nos revezamentos 4x100m livre e 4x100m medley.

 “A gente vê que vocês levam com amor a indústria no coração, com o Sesi de um lado do peito e a Fiesp do outro, e isso nos orgulha. Vocês são o fruto de um trabalho que faz bem ao país, dando exemplo a milhares de outros jovens à prática de esporte e à natação. Vocês merecem todos os parabéns, e a equipe técnica também, com bons professores que fizeram com que tudo isso acontecesse naturalmente”, comentou Skaf.

Natural de Resende (RJ), o nadador de 22 anos, Matheus Gonche, chegou ao Sesi-SP em 2017 para integrar a equipe junior com o técnico Renato Balan e de lá para cá passou por campeonatos sul-americano, mundial e campeonato brasileiro da categoria. Na temporada 2018/2019 passou pela transição da equipe junior para sênior sob o comando do Fernando Vanzella chegando ao índice olímpico em 2021.

Gonche confirmou o índice olímpico nos 100m borboleta, com 51s94, e garantiu presença, pela primeira vez, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ainda durante a competição, o atleta conquistou sua melhor marca pessoal nos 200m borboleta com 1:57.57, bem próximo do índice para integrar o time Brasil em Tóquio, que era 1:56.48.

“Foram dias intensos que deram certo. É meu quinto ano aqui no Sesi-SP e, quando eu cheguei, era um atleta em desenvolvimento ainda, eu tinha uma base boa, mas precisava afinar as coisas, polir as arestas e o Sesi-SP me proporcionou muita coisa, boa parte dessa conquista devo a vocês. É uma gama de coisas que temos aqui que com certeza contribuíram demais para o meu resultado”, comemorou Gonche.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638207761

Com ótimo desempenho, Matheus Gonche confirma sua presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos: Ayrton Vignola/Fiesp

No revezamento 4x100m livre feminino, o Brasil melhorou seu tempo no ranking, marcando 3:38.59, voltando à segunda posição do ranking da repescagem da prova. A equipe formada por Larissa Oliveira, Ana Carolina Vieira, Etiene Medeiros e Stephanie Balduccini teve um bom desempenho com todas as nadadoras fazendo sua parte do revezamento abaixo de 55 segundos.

“Foram sete dias de competição bem intensos, mas eu acho que o Brasil e a natação do Sesi-SP entregaram o que poderia ter sido feito, da melhor qualidade, sempre vamos cair na piscina para fazer o melhor. Eu consegui entrar como quarta nadadora para o revezamento, ainda estamos aguardando o resultado da repescagem do europeu, estamos na vibração para que dê tudo certo”, finalizou Etiene, que integra a equipe de natação do Sesi-SP há 9 anos.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638207761

Etiene Medeiros obteve o quarto lugar como nadadora para o revezamento e aguarda o resultado da repescagem do europeu