imagem google

Paulo Skaf diz que, para o Brasil crescer, é preciso ouvir os brasileiros

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo destaca que é preciso menos burocracia para se ter mais empregos

Agência Indusnet Fiesp

Em artigo, no jornal Diário de S.Paulo e nos jornais da Rede Bom Dia, desta segunda-feira (09/12), o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, afirma que a burocracia é um dos principais fatores que impedem o Brasil crescer.

Skaf destaca que “quanto mais os entraves burocráticos consomem tempo, mais os empreendedores se sentem desestimulados”. E relembra também outros fortes obstáculos ao crescimento, como os custos elevados, juros altos, a carga tributária muito pesada, a logística defasada e a falta de infraestrutura.

O presidente da Fiesp afirma que os governantes devem estar atentos ao clamor da sociedade de  “simplificar para crescer”. E declara: “É preciso ouvir os brasileiros, para que o país se desenvolva de maneira justa e duradoura”.

Leia o artigo na íntegra abaixo ou acesse o site do jornal Diário de S.Paulo:
Imagem relacionada a matéria - Id: 1614691263