imagem google

Paulo Skaf assina convênio de cooperação com universidades e instituições de Ensino Superior

Objetivo da parceria é melhorar o desempenho e ampliar a competitividade do segmento das micro, pequenas e médias indústrias

Alex de Souza, Agência Indusnet Fiesp

Para estreitar os laços de cooperação do setor produtivo industrial com as entidades de Ensino Superior, representantes da Fiesp e de universidades celebraram convênios nesta terça-feira (19/11). O presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, participou das assinaturas e enalteceu a parceria, tão importante em tempos de rápidas transformações. “O mundo muda muito, e cada vez mais rapidamente. Hoje vemos que as mudanças são diárias. O que acontece em um ano, atualmente, talvez levasse décadas para ocorrer no passado. Por isso é essencial essa interação entre a indústria e a academia, representada nos acordos assinados neste dia”, disse o presidente.

Para o diretor titular do Departamento da Micro, Pequena, Média indústria e Acelera Fiesp, Sylvio Gomide, trata-se de uma parceria histórica. “Realizamos uma pesquisa que mostra um gargalo, que se transforma em uma oportunidade fantástica quando existe o contato do empreendedor industrial com a universidade. Um grande ativo das instituições de Ensino Superior é o trabalho de conclusão de curso dos alunos. Esses trabalhos precisam sair do papel e virar startups, em projetos correlacionados com a indústria”, defende.

Segundo Gomide, o papel da Fiesp é justamente estreitar essas parcerias, de modo a aproximar indústrias e universidades. “Este trabalho já existe na Fiesp, mas com o evento de hoje nós reforçamos e ampliamos o raio de ação, já pensando em uma agenda para o próximo ano”. A parceria inclui 25 instituições de ensino, que enviaram reitores, diretores e gestores para a solenidade de assinatura seguida de almoço com diretores e outras lideranças da Federação.

Com a assinatura dos convênios, a entidade dá continuidade ao programa de Interação Universidade-Empresa, instituído desde 2008, com objetivo de melhorar o desempenho e ampliar a competitividade do segmento das micro, pequenas e médias indústrias, por meio de programas de capacitação, acesso a laboratórios, fomento à pesquisa e inovação, além de promover a aproximação e a interação Universidade-Indústria.

As propostas de trabalho incluem a promoção de cursos, palestras, seminários e workshops na capital e no interior do Estado de São Paulo, bem como atendimento, consultoria e assessoria técnica, de forma coletiva ou individual. Também abrange programas de incentivo ao empreendedorismo, com apoio e interação no desenvolvimento de projetos de startups, intercâmbio de visitas técnicas, incentivo ao desenvolvimento de pesquisas, com parcerias entre empresas e as instituições de ensino, divulgação dos programas e descontos em cursos e programas universitários.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1576501787

Representantes das instituições de ensino estiveram na Fiesp para celebrar convênios de cooperação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp