imagem google

Na sede da Fiesp, foi diplomada diretoria eleita para a gestão 2022-2025

Nova diretoria assume no dia 1º de janeiro tendo à frente, como presidente, Josué Christiano Gomes da Silva, e Rafael Cervone Netto como vice

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) realizou, nesta segunda-feira (22/11), cerimônia de diplomação da diretoria eleita para a gestão de 1º/1/2022 a 31/12/2025, tendo à frente, como presidente, Josué Christiano Gomes da Silva, e vice-presidente, Rafael Cervone Netto. Igualmente foram diplomados os integrantes do Conselho Fiscal da entidade e os delegados representantes junto à Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, agradeceu o apoio, o trabalho e a colaboração de todos em prol do setor produtivo e fez um balanço de sua gestão de 17 anos, pois procurou atuar de forma pró-ativa nos assuntos de interesse da indústria, do estado e do país. Skaf citou o resultado obtido na área da educação, com a construção de 1 milhão de m2 de escolas de primeiro mundo, do Sesi-SP e do Senai-SP, além das faculdades criadas e o foco na formação profissional.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638124283

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, em cerimônia de diplomação do seu sucessor Josué Christiano Gomes da Silva, que assumirá a presidência em 1º de janeiro de 2022. Fotos: Ayrton Vignola/Fiesp

Essas realizações se somam às áreas esportivas, com ênfase no esporte de rendimento e a participação da indústria com uma das maiores delegações nas Olimpíadas e Paralimpíadas, e as diversas iniciativas culturais musicais, como o Domingo na Paulista, as apresentações da Bachiana Filarmônica Sesi-SP, tendo à frente o maestro João Carlos Martins, que se somam a peças de teatro e exposições.

Paulo Skaf frisou que deixa a casa com saúde financeira devido à união e o esforço de todos, e o fato de a entidade ser respeitada em âmbito estadual, nacional e internacional. Ele desejou sucesso à nova diretoria eleita, e diplomada hoje, “com a certeza que fará um belo trabalho”.

Josué Gomes agradeceu o trabalho de Paulo Skaf ao longo desses anos, presidindo a casa com a sua capacidade de liderar e de servir. Gomes lembrou que há grandes desafios pela frente, e “já é um desafio sucedê-lo”, afirmou, mas com a união de todos “daremos conta do recado”. Em sua fala, lembrou que a Federação deixou de ser distante da sociedade, pois Paulo Skaf abriu a casa para a sociedade e a sociedade pode participar de momentos importantes e hoje é mais admirada e respeitada do que antes, “mas é momento de compartilhá-lo com São Paulo e o Brasil na vida pública” para que seja construído um país mais forte rumo ao desenvolvimento.