imagem google

Ministro da Saúde ouve na Fiesp sugestões para aumentar eficiência do SUS

Ricardo Barros destaca projeto de informatização do sistema e defende melhora no atendimento básico

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, participou nesta segunda-feira (18/7) de reunião na Fiesp com empresários do setor. No encontro, conduzido por Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, Barros disse que assumiu a pasta para melhorar a gestão do sistema de saúde. “É preciso fazer mais com o mesmo”, afirmou, lembrando que a situação fiscal, que conhece bem por ter sido relator do orçamento da União de 2016, não permite aportar mais recursos.

Na reunião, Skaf destacou a enorme complexidade da saúde no Brasil e pôs a Fiesp, por meio de sua divisão da cadeia produtiva da saúde (ComSaúde) à disposição do ministério. Entrevistado por jornalistas depois do evento, Barros disse que ouviu muitas sugestões, inclusive sobre meios de diminuir o gasto com as compras para o setor. Também recebeu propostas de mudanças de regulação, sempre em busca de eficiência.

>> Ouça boletim sobre a visita de Ricardo Barros à Fiesp

O ministro revelou que está em andamento o projeto de centralização de sistemas de informação do SUS, permitindo a integração de diferentes fontes. Além disso, será preciso ainda melhorar a coleta de dados das entidades que recebem recursos.

Segundo Barros, há um grande desafio na atenção básica. A melhor qualidade das consultas, explicou, permitiria economizar dinheiro. Segundo o ministro, 50% dos exames pedidos no SUS não são retirados, e 80% dão resultado normal.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1566618095

Reunião na Fiesp com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp