imagem google

Ministério da Cidadania firma parceria com Fiesp e Senai-SP para qualificar e incluir jovens do Cadastro Único no mercado de trabalho

Objetivo da parceria é qualificar pessoas de baixa renda, oferecendo oportunidade de atualização profissional com os cursos ofertados pelo Senai-SP, alinhados com a demanda atual

Isabel Cleary, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp/Ciesp e do Senai-SP, Paulo Skaf, recebeu na tarde desta segunda-feira (18/1), Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, para cerimônia de assinatura do Protocolo de Intenções do Plano Progredir, iniciativa do governo federal, que visa incluir pessoas de baixa renda, inscritas no Cadastro Único, no mercado de trabalho.

Na ocasião, a Fiesp e o Senai-SP selaram a parceria com o Ministério para fomentar o Plano Progredir em seus três eixos: intermediação da mão de obra, qualificação profissional e empreendedorismo. O objetivo das entidades é o intercâmbio de conhecimentos, informações e experiências entre a Fiesp e o Senai-SP e a Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva (Seisp), vinculada ao Ministério da Cidadania.

“Acreditamos muito nessa parceria, pois é com a educação e oportunidades que podemos mudar o destino de milhares de jovens que estão em busca de emprego e melhores condições de vida. Vamos colaborar em todos os eixos do projeto, sempre com a visão de aprimoramento e expansão das iniciativas”, contextualizou Paulo Skaf.

Para Onyx Lorenzoni, o Plano Progredir é extremamente importante para ajudar o Brasil nesse momento de recuperação da economia brasileira, uma vez que deve abrir oportunidade de trabalho para milhares de pessoas. O ministro ressaltou também o valor da parceria firmada com a Fiesp e o Senai-SP. “Começamos o plano aqui, principalmente pela capacidade que a Fiesp e o Senai têm de execução, e o projeto-piloto será uma referência para todo o país. O nosso objetivo como governo é que os brasileiros e brasileiras encontrem emprego, renda, melhor condição de vida, se emancipem dos programas sociais e possam exercer sua liberdade como cidadãos, e a Fiesp é uma parceira importantíssima para isso”, reforçou o ministro.

A cerimônia contou também com a presença do diretor regional do Senai-SP, Ricardo Terra, dos diretores-adjuntos do Departamento de Ação Regional (Depar) da Fiesp, Sylvio de Barros e Manuel Miguez, e do diretor regional adjunto da Fiesp, Elias Júnior.

A Fiesp promoverá, ainda, por meio das Diretorias Regionais do Depar, ações para estimular as empresas do setor industrial a integrarem a rede de parceiros do governo federal, e disponibilizar oportunidade de emprego.

“Hoje há muita oferta de mão de obra, porém, pouco qualificada. Por isso, é extremamente importante dar a qualificação profissional aos jovens para que estes tenham mais oportunidades dentro das empresas, da indústria”, ressaltou Manuel Miguez. Para Sylvio de Barros, “é fundamental que os profissionais estejam atualizados com as novas tecnologias e preparados para oportunidades que surgirão”, destacou.

A primeira iniciativa do Depar será um projeto-piloto, na cidade de Santos, em parceria com o Centro de Aprendizagem e Mobilização Profissional e Social (Camps) com o objetivo de oferecer qualificação e oportunidade de contratação nas empresas da região. “Atualmente, o Camps possui parceria com cerca de 200 empresas, que garantem a contratação de jovens em situação de vulnerabilidade social. A parceria com o Senai-SP e o Ministério da Cidadania nos permitirá obter acesso aos jovens do Cadastro Único, para que possamos oferecer aprimoramento e vagas de emprego”, ressaltou Elias Júnior.

Para a qualificação profissional dos usuários, o Senai-SP disponibilizará, no site do Ministério da Cidadania, cursos gratuitos que abordam competências transversais importantes para o mercado atual. “Os cursos oferecidos para o Plano Progredir são tradicionais do Senai-SP e estão atualizados com a demanda do mercado. Os conteúdos destes são importantes para o profissionais que queiram se inserir no mercado de trabalho quanto para os que desejam empreender,” contou Ricardo Terra.

No total, o Senai-SP cadastrou 18 cursos no site do Plano Progredir, entre eles, preparação para o mundo do trabalho, empreender Senai, Consumo Consciente de Energia, Finanças Pessoais, Excel Básico, Segurança no Trabalho, noções básicas de Mecânica Automotiva, Lei Geral de Privacidade e Proteção de Dados (LGPD), Economia Circular, Educação Ambiental, Fundamentos de Logística, Lógica de Programação, Metrologia, Propriedade Intelectual, Tecnologia da Informação e Comunicação, Desvendando o BIM e Desvendando a Blockchain.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1614464681

Paulo Skaf e o ministro Onyx Lorenzoni, da Cidadania, assinaram nesta segunda-feira (18/1) Protocolo de Intenções do Plano Progredir, que visa incluir pessoas de baixa renda, inscritas no Cadastro Único, no mercado de trabalho. Foto: Everton Amaro/Fiesp