imagem google

Mercado virtual está em ascensão no Brasil

Co-fundador do site BuscaPé orienta jovens universitários sobre as inúmeras possibilidades de negócios na internet

Agência Indusnet Fiesp

“Transparência é um quesito essencial para credibilidade da empresa virtual”. Com essas palavras, Rodrigo Borges, co-fundador e vice-presidente de Produtos e Pesquisas e Desenvolvimento do BuscaPé, iniciou sua apresentação no V Congresso Paulista de Jovens Empreendedores, realizado na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na segunda-feira (16).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1566144245

Rodrigo Borges, co-fundador do site BuscaPé

Idealizado por quatro jovens estudantes universitários, em junho de 1999, o grupo BuscaPé é um dos maiores provedores de serviços de comércio eletrônico na América Latina. Presente em 28 países, o site recebe mais de 60 milhões de visitas por mês.

Recentemente, 91% das ações do grupo foram vendidas para Naspers Limited por US$ 342 milhões. “Nosso espírito empreendedor nos fez buscar alternativas para ampliar os nossos investimentos e, com isso, conseguir recursos para investir em novas tecnologias”, disse.

Outra novidade apresentada pelo grupo foi a criação do software de comparação de preços, inédito no mercado. O programa é utilizado por mais de 100 portais e websites, dentre eles a Microsoft, Americanas.com e grupo Abril. “Fincamos nossa bandeira lá fora exportando tecnologia brasileira para os demais países da América Latina”, comenta.

Borges lembrou que a internet apresenta inúmeras oportunidades para jovens com novas ideias. “O investimento inicial no mercado virtual é muito baixo. A rede disponibiliza inúmeras ferramentas, como o Twitter, YouTube e outras mídias alternativas que podem contribuir com a divulgação do produto e auxiliar os jovens empresários”, lembra.

Para o empresário, a utilização desses serviços auxiliam na elaboração de novos produtos. Citou o exemplo do BuscaPé, que surgiu após uma tentativa de compra frustrada de uma impressora pela internet. “Fiz uma pesquise nos sites de busca e encontrei todo tipo de informação, desde novos acessórios até orientações de uso, menos dados sobre o valor do produto”, comenta.