imagem google

Membros de Conselho da Indústria Criativa elaboram propostas prioritárias para o novo governo municipal

Orçamento cultural enxuto e resposta a projetos já aprovados são desafios para nova gestão

Raisa Scandovieri, Agência Indusnet Fiesp

Tendo em vista a última eleição municipal, que manteve Bruno Covas à frente da Prefeitura de São Paulo, membros do Conselho Superior da Indústria Criativa (Cosic) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) se reuniram virtualmente, nessa última terça-feira (8/12), para discutir e reunir propostas prioritárias para o novo governo municipal dentro da área cultural.

Na ocasião, estiveram à frente da conversa o presidente do Cosic, Luis Sobral, e o vice-presidente, André Sturm. “Embora o prefeito seja o mesmo, começa uma nova gestão a partir de agora”, disse Sturm.

Sobral ainda ressaltou que o cenário cultural na cidade fica mais ‘apertado’ a cada ano em relação às questões orçamentárias. “O orçamento da Secretaria de Cultura para 2021 é menor que o de 2020, que era menor do que o de 2019. Hoje estamos com cerca de 0,92% do orçamento total da Prefeitura, o menor orçamento previsto nos últimos quatro anos”, enfatizou.

Ao final do encontro, foram definidos cinco pontos que serão levados adiante: a revisão dos formatos de ações culturais da prefeitura (PROMAC), a definição de um espaço fixo para os circos na cidade, criação de uma lei de fomento às artes, a necessidade de respostas sobre cerca de 600 projetos culturais já aprovados pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), que ainda não foram publicados no Diário Oficial, e a busca por modelos de parceria para gestão dos equipamentos públicos municipais de cultura.

Participaram da reunião Adriana Belic, Ana Helena Curti, Antonio Bessa, Augusto Marin, Cesar Guimarães, Débora Viana, Evaristo Martins de Azevedo, João Caldas, Juliana D’Agostini, Marcelo Sollero, Nilton Bicudo, Paulo Roberto Schimidt, Rafael Gomes, Rosana Caramschi e Sara Sarres.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1611296148

Estiveram à frente da reunião o presidente do Cosic, Luis Sobral, e o vice-presidente, André Sturm. Fotos: Karim Kahn/Fiesp