imagem google

MBA custeado pelas federações para diretores da rede estadual de ensino

Para melhorar a competitividade brasileira, Fiesp e Firjan apresentam propostas conjuntas em energia, logística, banda larga e educação

Firjan/Agência Indusnet Fiesp

Na área de educação, Firjan e Fiesp criaram em conjunto um programa para qualificar, em até quatro anos, 100% dos diretores de escolas estaduais do Ensino Médio de São Paulo e Rio de Janeiro através do MBA em Gestão Empreendedora. Serão 3.800 escolas contempladas em São Paulo e 1.100 no Rio.

O custo total será de R$ 35 milhões em quatro anos. O objetivo é contribuir para a formação dos gestores no uso dos conhecimentos e ferramentas da gestão educacional, institucional e empresarial, tendo como base o desenvolvimento de conduta empreendedora. “Isso é uma revolução. Podemos mudar a qualidade de ensino nos nossos estados. Juntos, podemos mudar a história da educação brasileira”, declarou Eduardo Eugenio.

O MBA, semipresencial, tem atividades em ambiente virtual e encontros presenciais em todos os meses. Durante as aulas, são abordados estudos de caso, utilizadas linguagens eletrônicas (fórum, chat, quiz, wiki) e material em meio eletrônico e impresso. Os participantes recebem também indicação de bibliografia e links para material de apoio e aprofundamento.

Outra oferta das federações é estender o programa de iniciação à Nanotecnologia para alunos de escolas públicas. Serão 100 mil atendidos em até quatro anos, novamente com o custo – previsto em R$ 5 milhões – totalmente coberto pelas duas federações e realizado em escolas móveis.