imagem google

Mais castanhas e nozes na mesa dos brasileiros em 2017

Meta da Divisão de Nozes e Castanhas do Deagro da Fiesp é ampliar o consumo desses produtos no país

Agência Indusnet Fiesp 

A Divisão de Nozes e Castanhas do Departamento de Agronegócio (Deagro) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) organizou uma reunião com empresários do setor nesta semana para planejar as ações da área em 2017.

Uma das iniciativas previstas é a realização do sexto workshop sobre essa cadeia do agronegócio. O objetivo, segundo José Eduardo Mendes de Camargo, diretor da divisão, é estimular a produtividade e a participação desses alimentos na mesa dos brasileiros.

Segundo informações da divisão, em 2015  o Brasil exportou US$ 135 milhões em nozes. No Chile, esse valor foi de US$ 300 milhões no mesmo período, com um aumento de vendas externas de 15 vezes nos últimos dez anos. Os números apontam o potencial de crescimento da área no Brasil.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1600635173

A reunião da Divisão de Castanhas e Nozes do Deagro: workshop e aumento do consumo. Foto: Cristina Carvalho/Fiesp