imagem google

Ana Paula Padrão e Patrícia Meirelles contam lições de esforço e sucesso em reunião do CJE/NJE

Evento encheu o local para as apresentações da jornalista e da membro-diretora do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE), fundadora e presidente do Lide Futuro na noite desta terça-feira (25/06)

Isabela Barros e Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

Diante de um teatro cheio de jovens interessados em discutir o empreendedorismo e o esforço pessoal, foi realizada, na noite desta terça-feira (25/06), no Teatro do Sesi São Paulo, a reunião ordinária do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). O evento, conduzido pelo diretor-titular do CJE, Sylvio Gomide, teve como palestrantes a jornalista Ana Paula Padrão e a membro-diretora do CJE, fundadora e presidente do Lide Futuro e idealizadora do Like the Future, Patrícia Meirelles.

“Fizemos esse evento no teatro devido à grande procura pelo evento, o que para nós é motivo de orgulho”, disse Gomide.

Patrícia Meirelles e Ana Paula Padrão na reunião ordinária do CJE/NJE. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Patrícia Meirelles e Ana Paula Padrão na reunião ordinária do CJE/NJE. Foto: Julia Moraes/Fiesp


Na ocasião, foi apresentado ainda o 9º Festival do Empreendedorismo, que já está sendo organizado pelo CJE/NJE. A ser realizada nos dias 25 e 26 de setembro, em São Paulo, a iniciativa deve reunir 10 mil pessoas no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Patrícia Meirelles destacou a importância de trabalhar com empenho e dedicação. “Cada um precisa encontrar aquilo que ama fazer”, afirmou. “Quando a gente faz o que gosta, tudo fica mais fácil, a gente conquista as pessoas”.

Fã da dinâmica do CJE, Patrícia falou de suas diversas experiências profissionais até a descoberta da sua verdadeira vocação, que é reunir, promover a interação entre empreendedores. Principalmente os jovens que com ela fazem parte do Lide futuro. “Ter sido convidada para presidir o Lide Futuro foi uma oportunidade de ouro”, destacou. “Precisamos de referência e inspiração para impactar os jovens do Brasil”.

Tempo de Ana Paula

Responsável pelo portal “Tempo de Mulher”, de temas de interesse do universo feminino, uma produtora de eventos e um banco de inteligência sobre a mulher brasileira, Ana Paula Padrão também falou sobre a sua trajetória pessoal e destacou a importância do trabalho do CJE. “Talvez se eu tivesse tido algo como o CJE quando eu era garota, não estaria contando essa história para vocês aqui hoje”, disse.

Para a jornalista, sucesso é um estado de espírito. “Qualquer coisa que aconteça na sua vida pode ser um sucesso. Ou não”, afirmou.

Ana Paula Padrão, Sylvio Gomide e Patrícia Meirelles: inspiração para os jovens empreendedores. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Ana Paula Padrão, Sylvio Gomide e Patrícia Meirelles: inspiração para os jovens empreendedores. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Filha de uma radialista e de um advogado, Ana Paula nasceu em Brasília, numa família de classe média baixa. E diz ter aprendido cedo uma reflexão do ex-primeiro ministro do Reino Unido Winston Churchill que diz que “sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo”.

Ao entrar na TV nos anos 1980, quando muitos jornalistas queriam trabalhar nas redações de jornais, Ana Paula chegou a ouvir, num teste para repórter da então TV Bandeirantes em Brasília, que nunca teria sucesso com televisão. “Três meses depois, a Globo me chamou e lá eu trabalhei por 18 anos”, lembrou. Por essas e outras, a jornalista diz não acreditar em coincidências. “Se você bate na mesma porta todos os dias, um dia ela se abre”, destacou. “Como a minha vida não foi fácil, eu aprendi a fazer planejamento de tudo. E quando você planeja uma coisa incessantemente, você consegue o que quer”.

Sylvio Gomide: "Todo mundo se identificou com os cases das convidadas". Foto: Julia Moraes/Fiesp

Sylvio Gomide: "Todo mundo se identificou com os cases das convidadas". Foto: Julia Moraes/Fiesp

Orgulhosa por, aos 47 anos, estar “fazendo uma vida nova” para si mesma, Ana Paula contou que seu sucesso sempre foi baseado no esforço. “Sigo isso na vida. Ouvi muitos nãos e estar aqui hoje, dando essa palestra, é um enorme sucesso para mim”.

Para Sylvio Gomide, as apresentações das duas convidadas agregaram muito ao público da reunião. “Todo mundo se identificou com os cases delas”, concluiu.