imagem google

GM do Brasil é a grande vencedora do Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental 2011

Mais de 70 inscritos, 46 na fase final. Conheça os vencedores do 17º Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

Na noite desta segunda-feira (6), foram conhecidos os vencedores do 17º Prêmio de Mérito Ambiental da Fiesp, iniciativa do Departamento de Meio Ambiente (DMA), durante a XIII Semana Fiesp/Ciesp de Meio Ambiente, que se realizará até 8 de junho.

Segundo Nelson Pereira dos Reis, diretor do DMA, dois aspectos chamaram a atenção nesta edição do Prêmio: a quantidade de empresas que inscreveram projetos pela primeira vez e o fato de as propostas serem muito mais abrangentes, voltadas para resultados econômicos e a preservação ambiental.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1582860303

Nelson Branco, gerente regional de serviços ambientais da General Motors, com o troféu: 1º lugar na categoria médias e grandes indústrias

Em cerimônia realizada na sede da federação, os prêmios contemplaram duas categorias, levando em conta o porte da empresa.

O primeiro lugar, na categoria médias e grandes indústrias, ficou com a General Motors, que recebeu o Troféu, o Diploma e o selo do Mérito Ambiental Fiesp.

Na categoria Micro e Pequenas, destaque para a Guarany Indústria e Comércio Ltda.

“O meio ambiente não é marginal para a Fiesp, é uma questão central”, enfatizou Walter Lazzarini, presidente do Conselho Superior de Meio Ambiente (Cosema) da Federação.

A afirmação foi referendada por Eduardo Assad, secretário nacional de Mudança Climática do Ministério do Meio Ambiente (MMA), representando a ministra Izabella Mônica Teixeira, ao tratar da aproximação dos diversos setores e da promoção do diálogo: “Sustentabilidade é desenvolvimento; é desenvolvimento industrial”.

Premiados

Pela primeira vez a General Motors do Brasil inscreveu um projeto no Prêmio e foi uma surpresa a obtenção do primeiro lugar, conforme Nelson Branco, gerente regional de serviços ambientais da empresa: “A GM sempre teve critérios ambientais que fazem parte dos conceitos corporativos e dão direcionamento à empresa”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1582860303

Fábio Roberto Alves, analista de Sistemas Ambientais da Guarany, recebe o troféu de 1º lugar na categoria micro e pequenas empresas

Já para Fábio Roberto Alves, analista de sistemas ambientais da Guarany, empresa há 90 anos no mercado, “a conscientização dos seus colaboradores e o ganho ambiental são os fatores mais importantes. O prêmio é um reconhecimento”. O projeto levou três meses para ser colocado em operação, com investimentos da ordem de R$ 16 mil e retorno obtido em um ano e meio após sua implantação.

Conheça os vencedores:

Categoria Média e Grande Empresa
1º lugar: Troféu, Diploma e Selo de Mérito Ambiental

General Motors do Brasil Ltda.

Com seu projeto, a General Motors obteve a primeira colocação. O Chevrolet Flexpedition 2010 levou 20 jornalistas expedicionários para conhecer, na prática, o conceito de sustentabilidade, em suas unidades de São Paulo (São Caetano do Sul, São José dos Campos, Sorocaba, Indaiatuba e Mogi das Cruzes), no Rio Grande do Sul (Gravataí) e na Argentina (Rosário).

A Chevrolet Flexpedition 2010 resultou na evolução das relações entre a empresa e seus stakeholders, além do reforço da reputação da GM do Brasil ligada ao desenvolvimento sustentável.

Há 86 anos no País, a GM do Brasil é a maior subsidiária da companhia na América do Sul e a segunda maior em operação fora dos Estados Unidos; em primeiro lugar está a China. A GM possui a maior linha de veículos “flex” do mercado brasileiro.

Menções Honrosas (Diplomas de Mérito Ambiental)

Mahle Metal Leve S.A
Projeto: Programa Mahle Mercosul de Produção Mais Limpa (P+L)

Construtora Andrade Gutierrez S/A
Projeto: Sustentabilidade e Inovação para Obras de Construção Pesada

Oxiquímica Agrociência Ltda.
Projeto: Tecnologia inovadora para produção de suspensões concentradas estáveis de compostos de cobre para uso na agricultura

Borgwarner Brasil Ltda.
Projeto: Turbos Borgwarner Reman: Sustentabilidade Integral

Categoria Micro e Pequena Empresa

Guarany Indústria e Comércio Ltda.
Projeto: Eliminação do desperdício de óleo solúvel nos Centros de Usinagem

O objetivo do projeto foi melhor dispor os resíduos e sucatas resultantes do processo de usinagem. Outros dois pontos positivos dizem respeito à diminuição de danos ambientais, em função da reutilização do óleo, e ao aumento do valor de venda do cavaco gerado.

O resultado é que o cavaco sem óleo ganhou maior valor de venda, passando de R$ 6,50 a R$ 7,50 – aumento de 15,38%. A Guarany passou a reutilizar o óleo que anteriormente estava incorporado ao cavaco, gerando retorno anual de 1.530 litros, ou uma economia da ordem de R$ 36.597,60.

Balanço do Prêmio 2011

Os setores sucroalcooleiro, da construção civil, alimentação, farmacêutico e tecnologia participaram ativamente desta edição. Foram inscritos 70 projetos, no total, e 46 concorreram à final.

Os critérios de julgamento levaram em conta a otimização do uso de recursos naturais, resultados obtidos com a implementação do projeto, o qual precisa estar em execução pelo menos desde o ano anterior à edição do prêmio.

A Comissão Julgadora foi composta por representantes de mais de uma dezena de entidades atuantes na defesa do Meio Ambiente, órgãos do governo, organizações não-governamentais, entidades de classe, Ordem dos Advogados de São Paulo (OAB-SP), Revista Meio Ambiente Industrial, Senai-SP e Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Estadual de Campinas.