imagem google

Finkel 2021: Brandonn Almeida alcança índice para Mundial e Julia Góes garante o ouro

Ao todo a equipe do Sesi-SP garantiu seis medalhas, sendo três ouros e três bronzes

Amanda Demétrio, Sesi-SP

Foram cinco dias de muitas conquistas e aprendizado para os 24 nadadores do Sesi-SP que disputaram o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu José Finkel 2021. De volta ao topo do pódio, após ficar fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Brandonn Almeida conquistou o ouro nos 400m medley, e com a marca de 4:06.84, garantiu seu retorno para seleção que representará o Brasil no Mundial de Piscina Curta 2021, em Abu Dhabi.

“Esse resultado tira um peso grande das minhas costas. Foi uma temporada muito difícil, mas agora vem uma sensação de alivio, de voltar a fazer com amor o que eu sempre fiz. Apesar do tempo não ter sido o meu melhor, foi o suficiente para classificar para o Mundial, que era meu objetivo nessa competição, voltar para seleção. Eu cheguei a duvidar bastante do meu potencial após a seletiva olímpica, mexeu bastante comigo, mas é isso, campeão não é somente feito de vitórias, mas sim de superação e de como lidar com sua frustração”, explicou Brandonn.

Para o técnico Carlão, a sensação de alívio e de retorno à competitividade também se faz presente. “É uma sensação de dever cumprido. Quatro meses depois da seletiva olímpica, que por um acaso não alcançamos a marca, e agora a gente chegar em uma competição como essa e já conseguir um índice para o Mundial, tira um peso e volta a coroar o trabalho feito”.

“Essa conquista mostra para ele que continuamos preparados para estarmos entre os melhores do mundo, e o esporte é isso. O trabalho mental foi dia a dia, tivemos alguns momentos que eu precisei tirar o pé da parte física, trabalhar o mental, diminuir as sessões de treino e priorizar o atleta como ser humano para que a gente conseguisse equilibrar o trabalho e a recuperação. E deu certo”, finalizou Carlão.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638853513
Foto: Amanda Demétrio/Sesi-SP

Outro destaque do Sesi-SP na competição foi a nadadora de 17 anos, Julia Góes. Conterrânea de Etiene Medeiros e também especialista no estilo costas, a jovem alcançou não só seu primeiro pódio em campeonato absoluto nesta edição do Finkel, realizada na Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA), como um total de três medalhas, sendo duas de ouro e uma de bronze.

“Meu coração tá batendo muito forte, estou bem feliz. Não saiu índice do jeito que eu queria, mas só de estar recebendo a minha primeira medalha em campeonato absoluto é bem gratificante. Foi uma prova bem rápida e dura, principalmente no finalzinho, mas para falar a verdade eu não pensei em nada durante ela, mas gostei dos fundamentos”, comentou Julia logo após a conquista da primeira medalha, um ouro nos 50m costas com a marca de 27s02.

No dia seguinte, mais uma prova do estilo costas, agora dos 100 metros, e mais uma vez Julia Góes estava lá, na raia 4, após fazer o melhor tempo nas eliminatórias. Já feliz com o primeiro pódio, a nadadora do Sesi-SP fez bonito mais uma vez, e nadando abaixo de um minuto, com 59s16, garantiu seu segundo ouro na competição.

“A gente trabalhou todos os dias mesmo com muita dificuldade, a gente estava batalhando por esses resultados. Eu estou muito grata por ter conseguido a minha segunda medalha em um campeonato absoluto. Tenho a Etiene como uma inspiração tanto como atleta do costas, quanto como pessoa, ela é incrível. Treinar com ela é um ponto super positivo pra mim”, finalizou Julia.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638853513
Foto: Amanda Demétrio/Sesi-SP

A nadadora ainda garantiu uma medalha de bronze no revezamento 4x100m medley misto (3m46s67). Julia abriu a prova nadando costas, Davi Mourão nadou peito, Matheus Gonche caiu na água para o nado borboleta e Daynara de Paula fechou com o estilo livre, a nadadora ainda conquistou mais duas medalhas de bronze nos 50 e 100m borboleta.

Com um grupo de 24 atletas, sendo 7 sêniores e 17 juniores, os nadadores do Sesi-SP voltaram para casa com um total de seis medalhas, 18 finais A disputadas e a 5ª colocação geral com 667 pontos. O Minas Tênis Clube foi o campeão com 2.562,50 pontos.