imagem google

Fiesp lança a 9º edição do Construbusiness

O Construbusiness 2010 apresentará formulação de propostas para habitação e obras de infraestrutura

Agência Indusnet Fiesp,

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) lançará na próxima terça-feira (10), às 8h30, em café da manhã, a 9ª edição do construbusiness, que neste ano formulará pautas nas áreas de habitação e infraestrutura para os próximos 12 anos.

Na ocasião, o Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da entidade irá expor as bases do estudo que vem sendo produzido pela LCA Consultores e pela Fundação Getúlio Vargas.

Todas as propostas serão apresentadas em 29 de novembro e encaminhadas aos governos estadual, federal e às duas esferas do Legislativo.

Dentro do foco em habitação e infraestrutura, o Construbusiness 2010 também trará propostas à:

  • Gestão pública – eficiência, agilidade e segurança jurídica;
  • Qualificação de mão de obra – capacitação de mão de obra técnica, gerencial e operacional, e também dos gestores públicos, com melhores garantias para os agentes públicos tomarem decisões;
  • Infraestrutura urbana – garantia de mobilidade e acessibilidade, elevação da eficiência nos transportes públicos, redução do impacto ambiental e de emissões, além de saneamento básico;

Sustentabilidade – ênfase em disponibilidade de recursos e projetos. Não somente para as questões ambientais, como também econômico, social e cultural;

Apesar de o País apresentar um menor grau de vulnerabilidade, ainda amarga as últimas posições em eficiência da infraestrutura doméstica. Dados do World Economic Fórum mostram que o Brasil, em um ranking de 22 países, está na 18ª colocação geral.

Em rodovias e ferrovias, a eficiência brasileira fica no penúltimo lugar, ao lado da Colômbia. Em portos, o Brasil está na lanterna. O único destaque positivo, em uma comparação internacional, está na qualidade da oferta de energia, onde o País aparece na 12ª posição.


Construbusiness
O Construbusiness foi criado em 1997, com periodicidade bienal, passando a anual em 2008. Nos últimos anos ganhou força para mudar situações problemáticas do País. O Seminário funcionou como alavanca para a elaboração de projetos importantes anunciados pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), voltado às obras de infraestrutura, e o Programa Minha Casa, Minha Vida, de habitação.

Por mais de uma década, tradicionalmente, o Construbusiness reúne, por intermédio da Fiesp, mais de 70 entidades do setor de construção com representatividade em âmbito nacional e, ainda, 34 sindicatos ligados ao estado de São Paulo.