imagem google

Fiesp e Ciesp apontam cenário de crescimento dos investimentos na indústria paulista

Medido pela pesquisa Sensor, indicador registrou 53,4 pontos em março; última leitura, em fevereiro, foi de 46,8 pontos

Agência Indusnet Fiesp

O Sensor do mês de março apresenta 50,5 pontos, o que demonstra a manutenção do quadro de crescimento moderado, embora em menor medida, da indústria paulista frente ao mês anterior, quando registrou 50,9 pontos. Em comparação a março de 2022, o cenário é de inversão ao sair dos 48,8 pontos para os 50,5 pontos (+1,7 pontos) atuais. Leituras acima de 50,0 pontos indicam a elevação da atividade.

O indicador de mercado (setor de atuação) fecha o mês de março com 50,6 pontos, resultado inferior aos 55,1 pontos do mês passado. Ainda assim, este resultado indica leve melhora das condições de mercado para a indústria paulista por se manter acima da linha dos 50,0 pontos.

As vendas, com os 55,8 pontos registrados neste mês, ampliam o cenário de aumento do mês de fevereiro, de 53,6 pontos. Este resultado difere de março de 2022, quando o indicador sinalizou estabilidade, ao registrar 49,9 pontos. Resultados acima de 50,0 pontos apontam o crescimento das vendas.

Novamente o indicador de estoques se mantém acima do planejado por permanecer abaixo dos 50,0 pontos, e encerra março com 43,3 pontos. Os estoques estiveram abaixo do planejado pela última vez em janeiro de 2022, quando registrou 50,4 pontos.

O emprego atingiu 48,3 pontos e permanece em um patamar semelhante ao mês anterior, quando registrou 48,6 pontos. Por estar abaixo dos 50,0 pontos há perspectiva de redução do emprego neste mês.

Por fim, o indicador de investimentos, com 53,4 pontos, inverte para crescimento o cenário de redução dos investimentos tanto se comparado a última leitura (46,8 pontos), quanto frente a março de 2022 (48,3 pontos). O

resultado acima da linha dos 50,0 pontos aponta crescimento dos investimentos da indústria paulista em março deste ano.

Todos os dados acima contemplam o tratamento sazonal.

 

Metodologia

O Sensor é uma pesquisa qualitativa de conjuntura econômica realizada desde 2006. Ela tem como objetivo captar informações do andamento da atividade da indústria de transformação durante o mês corrente da coleta de dados, eliminando as defasagens de tempo das tradicionais pesquisas de conjuntura. Hoje, participam da pesquisa cerca de 30 das principais indústrias de São Paulo.

Clique aqui para acessar os dados do Sensor

Para acompanhar a série completa acesse