imagem google

Fiesp anuncia vencedores da 5ª edição do concurso Acelera Startup

Quatro projetos foram escolhidos como os melhores do evento realizado pelo Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Ao final de dois dias de palestras, apresentações, clínicas com mentores e intensa troca de contatos, inclusive com investidores, autores de pelo menos quatro projetos inovadores têm motivos para festejar. Eles foram eleitos na noite desta quinta-feira (13/11) os vencedores da quinta edição do Acelera Startup, concurso de empreendedorismo promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Foram três ganhadores na categoria geral – com projetos ligados à eficiência energética, educação, recolocação profissional – e um na especial, dedicada a iniciativas relacionadas ao setor da construção civil.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1606602546

Vencedores da quinta edição do Acelera Startup com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf; o diretor titular do CJE/Fiesp, Sylvio Gomide; o diretor do Deconcic Soriedem Rodrigues, além de diretores e voluntários do CJE. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Ao anunciar os nomes dos vencedores, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)  Paulo Skaf, elogiou a interação ocorrida no evento. Além de apresentarem suas ideias para uma banca de mentores e de possíveis investidores, muitos dos empreendedores iniciaram parcerias e contatos para futuros negócios durante o Acelera.

Antes do anúncio dos finalistas, o diretor titular do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp, Sylvio Gomide, ressaltou a importância da participação de todos os finalistas do concurso. “Todos aqui são vencedores”, afirmou.

Vencedores

Na categoria geral, quem ficou com o primeiro lugar é  Neiriberto de Azevedo, com o Q2D, voltado à eficiência energética. “É um projeto que faz gestão de todo o monitoramento elétrico de indústrias e prédios”, explicou Azevedo. O Q2D dá informação para que as empresas tomem medidas contra o desperdício de energia elétrica”.

O segundo colocado na categoria geral é o designer gráfico Fábio Tadeu Garcia, criador da Matere Educacional. A ideia consiste em brinquedos e jogos que unem atividades lúdicas com educação. “O projeto surgia da necessidade que notei sobre as crianças que não aprendiam a tabuada”.

O terceiro lugar ficou com Bruno Praça. Ele desenvolveu o Reserva Ativa, projeto que ajuda ex-militares a buscar recolocação no mercado de trabalho.

Na categoria especial dedicada à construção civil, o vencedor é Carlos Evangelista,  autor do GSM. O projeto é centrado em construções e obras e utiliza a energia solar fotovoltaica para aliar sustentabilidade aos canteiros de obras.

Como parte da premiação, o vencedor da categoria especial Construção ganha uma visita técnica na França, para conhecer locais e obras que são referência em arquitetura, urbanismo e engenharia.

O presidente Paulo Skaf também anunciou o prêmio de uma viagem a Paris para Neiriberto de Azevedo, primeiro lugar na categoria geral.

>> Saiba mais sobre os projetos vencedores