imagem google

Fiesp anuncia data da 10ª edição do Construbusiness para dezembro de 2012

Evento mostrará atualização nos números de 2010, antecipando as projeções em cinco anos para identificar posição de competitividade do Brasil

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Foi lançada na terça-feira (07/08), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a 10ª edição do Construbusiness, o Congresso Brasileiro da Construção, promovido pelo Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da Fiesp. O evento será realizado no dia 03 de dezembro, na sede da Fiesp, e terá como tema “Competitividade na Cadeia Produtiva da Indústria da Construção – Brasil 2022: Planejar, Construir, Crescer”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1566227032

Da esquerda para direita: Maria Luiza Salomé (diretora-titular-adjunta do Deconcic), Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio (diretor-titular do Deconci) e José Carlos de Oliveira Lima (vice-presidente da Fiesp)

O vice-presidente da Fiesp, José Carlos de Oliveira Lima, destacou que o Construbusiness serve para detectar os problemas e apontar soluções, promovendo a interação maior do setor, que tem como meta construir 23 milhões de habitações nos próximos 10 anos.

“Quando começamos, no ano passado, a estudar mais detalhadamente os problemas da cadeia de construção, nós conseguimos detectar primeiro que a mão de obra estava muito deficitária no setor. Mas, em seguida, vimos outros problemas, como a competitividade. Porque dentro deste projeto habitacional do Brasil até 2022, nós não temos tecnologia para construir numa rapidez tão grande. Precisamos de mais tecnologia, de maior produtividade e de uma interação maior do setor”, salientou Oliveira Lima.

O Construbusiness 2010 gerou o estudo “Brasil 2022: Planejar, construir, crescer” com números que apontavam a necessidade de crescimento do Brasil em diversos índices, como infraestrutura e logística. Números esses que, segundo Claudia Viegas, diretora da LCA Consultores – empresa contratada para realizar o levantamento –, já estão ultrapassados e precisam ser revistos, mas em prazo menor que o projetado.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1566227032

No final do evento, o presidente Paulo Skaf agradeceu a participação das entidades na execução do Construbusiness ao longo dos anos

“Olhando para o Construbusiness 2010, que foi histórico, a gente pretende atualizar alguns números. Alguns setores tiveram uma evolução extraordinária e já tornaram aqueles números projetados para 2022 ultrapassados”, avaliou Claudia.

Segundo ela, a intenção é atualizar os dados em um horizonte mais curto: “Até 2017, para sabermos em que nível o Brasil está em termos produtivos e para que possamos confrontar com índices que nos deixam envergonhados em termos de ranking internacional, como logística, burocracia e tributação. Já somos a quinta maior economia do mundo, mas em outros indicadores estamos muito aquém. E queremos mostrar esse contraste”, apontou.

Para a diretora da LCA, é preciso saber onde gastar e como aproveitar para não perder a efetividade. Por isso a necessidade do estudo para apontar exatamente o que o setor precisa para atingir a meta de moradias até 2022. “Todo e qualquer recurso que é gasto e não tem efeito direto em aumento de produção é perda de eficiência econômica e consequentemente afeta de maneira negativa todo e qualquer setor”.

Novo diretor

O evento também serviu para efetivar a nomeação de Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio como novo diretor-titular do Deconcic, em substituição a José Carlos de Oliveira Lima. Segundo Oliveira Lima, Carlos é o nome certo para conduzir o departamento, pois já havia substituído o próprio Oliveira durante sua ausência em outras oportunidades e por estar conduzindo pessoalmente todo o processo do Construbusiness 2012. A efetivação é imediata e já está em vigor.

O novo diretor falou a respeito da nomeação e dos desafios do novo cargo: “Ratifico o meu compromisso em dedicar todo o meu esforço e minha capacidade para ajudar na condução do Deconcic. Quero usar o termo ajudar. É com essa confiança de conduzirmos juntos que pude aceitar esse convite”.

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, também prestigiou o evento e, no final, agradeceu a presença dos convidados e a participação das entidades na divulgação e execução do Construbusiness ao longo dos anos.

“Estou aqui hoje apenas para agradecer pelo esforço e união de todos vocês para garantir que o Construbusiness seja mais uma vez um sucesso. Essa união foi essencial em todos esses anos, seja com trabalho, com ideias, com apoio. Muito obrigado”, finalizou o  presidente Skaf.