imagem google

Fiesp acompanha 1ª Concorrência de Certificados de Crédito de Reciclagem, o Recicla+

Evento foi transmitido pelo YouTube e contou com integrantes do Instituto Rever, composto por 51 entidades empresariais

Alex de Souza, Agência Indusnet Fiesp

Será possível desenhar uma política ambiental que reduza o custo de produção, não onere o consumidor e tenha efeito positivo sobre a sociedade? O Sistema de Logística Reversa de Embalagens em geral é a resposta para essa questão. Na manhã de quinta-feira (12/5) a Fiesp acompanhou a transmissão da 1ª Concorrência de Certificados de Créditos Reciclagem, Recicla+, promovida pelo Instituto Rever, em atendimento ao novo Decreto Federal nº 11044/22. Trata-se de solução inovadora e benéfica para a indústria e o setor de reciclagem.

Presente à solenidade, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, disse que a iniciativa é uma solução ambiental lucrativa para as pessoas e para a natureza: “As latas de alumínio, por exemplo, tiveram recorde de reciclagem no passado”. O índice de reciclagem das latas foi de 99%, enquanto o setor de defensivos agrícolas atingiu 95% de retorno de suas embalagens.

Leite afirmou que o Brasil tem sido um exemplo para o mundo no setor privado e que o Ministério é parceiro das empresas, por meio do Instituto Rever, e que a vontade dos empresários é fundamental para materializar as ideias. “Vivemos um momento único e precisamos tomar cuidado com soluções utópicas que não viram realidade. Precisamos entender e acelerar em direção a uma nova economia verde. E o Certificado de Reciclagem traz credibilidade ao sistema”, enfatizou.

O vice-presidente do Conselho Gestor do Instituto Rever, Carlos Alberto Lancia, que também preside a Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais (Abinam), lembrou que atualmente o Rever congrega 51 entidades que defendem principalmente o médio e o pequeno empresário brasileiro, que se fosse arcar sozinho com os custos tornaria a reciclagem inviável. “O Instituto foi criado de modo espontâneo e somos mais de 3 mil empresas participantes. Já investimos mais de R$ 21 milhões na cadeia existentes e recolhemos mais de 300 mil toneladas”, comemorou.

Para saber mais sobre o Instituto Rever, clique aqui.

Para assistir à transmissão na íntegra clique aqui.