imagem google

Falar de quarentena é coisa do passado, diz Skaf em reunião do Secovi-SP

Presidente da Fiesp/Ciesp defende a retomada segura das atividades, observando protocolos de distanciamento e uso de máscaras

Agência Indusnet Fiesp

Na tarde desta quinta-feira (4/6), o presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, participou de videoconferência com representantes do grupo Reformar para Mudar, do Secovi-SP. O encontro reuniu diversas lideranças do setor e foi mediado pelo presidente da entidade, Basilio Jafet.

Ao falar sobre o atual momento, Skaf defendeu a retomada das atividades e afirmou que isso já deveria ter ocorrido, enfrentando os desafios com calma e união. “Essa pandemia foi um acidente de percurso, que gerou um grave problema social e graves turbulências políticas, mas é hora de conduzir a situação com serenidade. O que não quer dizer que a economia deve continuar fechada, falar de quarentena é coisa do passado, a hora é de reativar a economia, seguindo os protocolos de segurança. O mundo todo está falando em retomada”, disse o presidente.

A paralisação de muitos setores importantes na cadeia produtiva em detrimento de outros também foi citada pelo líder, lembrando que a Fiesp apresentou um plano de retomada da atividade econômica há quase dois meses. “Ninguém está pregando descuido com a saúde. As pessoas mais frágeis devem estar protegidas, como os que estão nos grupos de risco, e todo o restante deve voltar a trabalhar, tomando todas as medidas preventivas, de modo seguro e escalonado”, explicou Skaf, que amanhã (5/6) participa de um almoço com o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília.

Para o encontro com Bolsonaro, Skaf levará ideias e sugestões apresentadas na reunião de hoje. Na pauta estarão a rapidez no pagamento dos auxílios governamentais, a aceleração da liberação de crédito, principalmente para o pequeno empresário, bem como a redução de burocracia, queda dos juros e do spread bancário, além da continuidade das reformas.