imagem google

‘Falar de empreendedorismo é falar de vontade, nunca percam o entusiasmo’, diz Renata Fan em palestra no Festemp

Apresentadora relembrou sua carreira no evento, na noite desta quarta-feira (25/09) no Anhembi. E disse que tem uma biografia de “lutas, encontros e desencontros”

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Ao lado do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, a apresentadora  do programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes, Renata Fan, contou sua trajetória profissional de sucesso diante de um auditório lotado no Festival de Empreendedorismo, na noite desta quarta-feira (25/09).

O Festemp é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), sendo coordenado pelo Comitê de  Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp. Aberto nesta quarta-feira (25/09), no Anhembi, em São Paulo, o evento segue até esta quinta-feira (26/09).

“Falar de empreendedorismo é falar de vontade. Nunca percam o entusiasmo com o seu sonho”, disse Renata,  a  primeira mulher a apresentar uma mesa redonda diária na TV aberta no Brasil.

Apresentadora há dez anos e dona de uma biografia de “lutas, encontros e desencontros” desde pequena, ela contou que sempre foi “muito estudiosa”. “Jamais pensei que trabalharia com futebol, ainda mais na televisão, trabalhando com o público masculino, apesar de ser apaixonada pelo esporte desde pequena”.

Renata: entusiamo e muita vontade de vencer. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Renata: entusiamo, vontade de vencer e uma história de encontros e desencontros . Foto: Everton Amaro/Fiesp


Para Renata, acima de tudo, vale o debate. “O que me estimula é debater, falar o que eu realmente penso sobre o esporte”, explicou.

A loira mais famosa do jornalismo esportivo brasileiro ainda falou sobre como é trabalhar em um meio dominado por homens. “Uma mulher precisa respeitar sua feminilidade em qualquer ambiente. Foi o que fiz desde o início da minha carreira”, contou. “Sabia que precisava ser eu mesma, ser feminina. Trabalho de igual para igual e coordeno muitos homens”.

Skaf e Renata, ao centro: estímulo à força de vontade e ao empreendedorismo. Foto: Talita Camargo/Fiesp

Skaf e Renata, ao centro: estímulo à força de vontade e ao empreendedorismo. Foto: Talita Camargo/Fiesp


De acordo com a apresentadora, futebol é “sentimento, devoção e escravidão”. “Mas, acima de tudo, para mim, futebol é realização”.

Minha história

A trajetória de Renata, segundo ela própria, é feita “coragem”. “Trabalhava como locutora de rádio em Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, quando fui convidada para disputar o Concurso de Miss Santo Ângelo”, contou. “Venci o concurso e ganhei projeção, indo para o Miss Brasil, que também ganhei”.

Com isso, depois de “muita luta”, ela foi contratada pela TV Record. “Tem coisa mais importante do que trabalhar com o que te dá energia? Eu vivo essa vida”, finalizou.

O futuro

Presidente da Fiesp, Paulo Skaf acompanhou a apresentação de Renata e agradeceu a presença da apresentadora.  Além disso, ele convidou os participantes do Festemp, a visitarem o São Paulo Skills, evento “que faz o futuro” e acontece também no Anhembi.

“O que fazemos aqui é o futuro. Tanto o São Paulo Skills quanto com o Festival de Empreendedorismo. Pensar em inovação e empreendedorismo é pensar no futuro”, disse. “É assim que construímos o país”.

 >> Conheça a programação do Festemp