imagem google

Especialistas e empreendedores do setor do pescado apresentam desafio Ideathon

Para dirimir dúvidas e explicar melhor os sete desafios da marotana, o Deagro e o Dempi Acelera realizaram um workshop voltado ao tema

Milena Nogueira, Agência Indusnet Fiesp

Nesta terça-feira (25/5) os departamentos do Agronegócio (Deagro) e da Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi Acelera) da Fiesp comandaram o workshop da Inovação do Pescado, um encontro on-line pelo YouTube da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo com especialistas do mercado para tirar dúvidas sobre os desafios propostos no Ideathon para quem irá participar dele, futuramente.

O Ideathon é um evento gratuito, agendado para o dia 8/6, quando empreendedores e profissionais de gestão, inovação e tecnologia integram uma maratona de ideias criativas e encontram soluções para sete desafios da Cadeia Produtiva da Pesca e da Aquicultura, que são:

 1.            Novas tecnologias de congelamento

2.            Embalagens sustentáveis para o pescado

3.            Rastreabilidade: integração da cadeia

4.            Prevenção e redução de desperdícios 

5.            Aproveitamento da matéria-prima e geração de subprodutos

6.            Modernização da indústria de ração

7.            Novos modelos de varejo: humanização da relação entre consumidor e atendente.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1631839102

Fotos: Everton Amaro/Fiesp

“Um país com mais de 7 mil km de costa, com 20% das reservas hídricas, algo em torno de 12% da água potável do planeta estão no nosso território, entre outros elementos, o que nos torna uma das maiores indústrias do pescado do mundo”, destaca Cássio Batista, diretor do Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria – Dempi Acelera Fiesp, na abertura do encontro.

De acordo com o diretor titular de Agronegócio, Roberto Betancourt, a indústria está unida, tanto em São Paulo, com o agronegócio paulista, como em Brasília, com o IPA e a Frente Parlamentar, e o setor do pescado é atuante. “Temos que aproveitar este ano, antes das eleições, para fazer acontecer, como aprovar a nova lei de Licenciamento Ambiental, destravar os processos, o novo marco de tratamento de água que deve favorecer a piscicultura para alcançarmos o sonho de ter uma qualidade melhor no país”, disse.

Betancourt reforça a importância de se investir em encontros como esse Ideathon a fim de desenvolver pesquisa e inovação para o avanço da economia brasileira “O mercado global mostra que tem demanda para consumir nossos produtos. A cadeia está cada vez mais organizada. O agro tem como estratégia principal o desenvolvimento do Brasil”, concluiu.

As perguntas, bem como as respostas, estão disponíveis no hotsite do evento: https://conteudo.fundepag.br/desafiopescado

Acesse a live do encontro, na íntegra, neste link.