imagem google

Em São José do Rio Preto, Skaf denomina patronos de escolas do Sesi e do Senai

Presidente anunciou investimento de R$ 19 milhões para ampliação do Senai em São José do Rio Preto. Obras deverão ser finalizadas em 2023

Alex de Souza/Amanda Demátrio/Vinicius Lopes, Agência Indusnet Fiesp

Uma das mais de 120 novas escolas do Sesi-SP construídas durante a gestão de Paulo Skaf está localizada dentro do Centro de Atividades Jorge Duprat Figueiredo, em São José do Rio Preto. Em visita à cidade, na sexta-feira (19/11), o presidente da Fiesp, Sesi-SP e Senai-SP designou o empresário Waldemar Verdi Júnior como patrono dessa unidade educacional.

“Um homem simples, inteligente, amigo dos amigos, bom filho, pai e esposo. Seu exemplo serve para os colegas empresários e todos na comunidade. E como patrono desta escola vai inspirar gerações”, disse Skaf antes de descerrar a placa com o nome do homenageado, presidente do conselho administrativo da Rodobens S/A, grupo que atua em bancos, revenda de automóveis, seguros, consórcios e imóveis. Com mais de 60 anos de história, a empresa iniciou as atividades como uma concessionária de caminhões em São José do Rio Preto e expandiu os negócios para todo o país.

A Escola Sesi Waldemar Verdi Júnior recebeu investimento de R$ 48 milhões e conta com modernos ambientes pedagógicos, sendo 27 salas de aula, dois laboratórios de informática, biblioteca com acervo atualizado, laboratório de Ciência e Tecnologia, um laboratório de Química e Biologia e laboratório de Física. Com um total de 1.152 alunos, sendo 834 no Ensino Fundamental e 199 no Ensino Médio, a escola ainda conta com 119 estudantes na Educação Infantil, que foi implantada na unidade este ano.

Para Skaf, é motivo de satisfação terminar o mandato como presidente das entidades da indústria e ver o investimento realizado ao longo de 17 anos. “Nada é mais importante que investir nas pessoas, dar conhecimento a elas. E educação se faz nas salas de aula, nas quadras, em espaços culturais. Graças aos meus companheiros, conseguimos realizar coisas boas para as pessoas. Construímos escolas como esta aqui, onde abrimos o Ensino Infantil, além do Fundamental e do Médio, este que pode ser feito de modo articulado com o Ensino Técnico profissionalizante do Senai-SP”.

A escola ainda tem um FabLab, espaço da rede Sesi-SP onde alunos e professores colocam seu potencial criativo à prova, utilizando impressoras 3D, cortadoras a laser, microprocessadores, eletrônica e programação. “Por meio do FabLab nossos alunos podem integrar projetos e estar ligados ao mundo inteiro, especialmente importante nos dias em que vivemos. Estamos na era da tecnologia”, afirmou Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638098173

A Escola Sesi Waldemar Verdi Júnior atende 1.152 alunos e recebeu investimento superior a R$ 48 milhões. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Senai

O segundo compromisso de Skaf em Rio Preto foi na Escola Senai Antonio Devisate, onde o presidente designou como patrono do auditório “Domingo Marcolino Braile”, um dos pioneiros da cirurgia cardíaca no interior do Brasil. Fundador da Braile Biomédica e do Instituto Domingo Braile, era inventor de dispositivos e equipamentos cardíacos. O homenageado faleceu aos 81 anos, em março de 2020. “Meu pai era um engenheiro, um mecânico. E o coração nada mais é que uma bomba. De certa forma, ele é colega de trabalho de vocês. A grande alegria dele era estar envolvido com torno, fresa, furadeira e na eletricidade”, revelou Patrícia Braile, filha do patrono.

O diretor regional do Senai-SP, Ricardo Terra, enalteceu o legado de Braile, afirmando que ele foi uma dessas “pessoas que fazem a diferença em nosso país. Uma pessoa que se dedicou a salvar vidas”. E Skaf justificou a homenagem póstuma ao dizer que ele foi “um grande brasileiro, homem correto, de luta e trabalho. Habilidoso médico que salvou vidas. Um empresário, assim como o médico, pensa nas pessoas”, comparou.

Ao término do evento, o presidente anunciou a aprovação da ampliação da Escola Senai Antonio Devisate, que receberá R$ 19 milhões em novos investimentos que vão dobrar a sua capacidade. A unidade recebe aproximadamente 5.500 alunos por ano. Além de São José do Rio Preto, o Senai-SP também oferece cursos presenciais em Barretos e Catanduva, e atendimento a 44 municípios da região na aprendizagem industrial, técnico e formação inicial e continuada nas áreas administrativa, elétrica, mecânica automotiva, mecânica industrial e soldagem.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1638098173

Patrícia Braile, filha do homenageado, durante cerimônia de designação de patrono. Fotos: Ayrton Vignola/Fiesp


Imagem relacionada a matéria - Id: 1638098173

Domingo Marcolino Braile foi um dos pioneiros da cirurgia cardíaca no interior do Brasil. Fundador da Braile Biomédica e do Instituto Domingo Braile, era inventor de dispositivos e equipamentos cardíacos