imagem google

Em Roma, diretor da Fiesp visita obras do metrô e Embaixada do Brasil

Visita ao metrô fez parte do programa do Seminário Internacional - Italy for Sport, promovido pelo ICE

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1657048035

Oliveira Lima (ao centro) é recebido na Embaixada do Brasil em Roma, e, com membros do Deconcic (foto à dir.), visita obras do metrô na cidade



No segundo dia do evento realizado pelo Instituto Italiano para Comércio Exterior (ICE) em Roma, Itália, o diretor do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da Fiesp, José Carlos de Oliveira Lima, o presidente-executivo do Sinaprocim/Sinprocim, Roberto Petrini, o membro efetivo do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp, Pedro Rinaldo, e demais participantes da comitiva brasileira visitaram as obras em andamento do trecho B1 do metrô da cidade.

O empreendimento contempla quatro estações projetadas para atender cerca de 24 mil passageiros por hora em cada direção. Esse trecho terá cinco quilômetros de extensão – complementar à linha B – e está previsto para ser inaugurado em março de 2012.

O diretor de produção da Salini Construttori, Giovanni Saggio, que recepcionou o grupo, explicou o uso de tecnologias exclusivas para esse tipo de obra para superar obstáculos no terreno.

Durante as escavações, frequentemente são encontradas peças arqueológicas, além de muita dificuldade por conta do afloramento de água, da não interrupção do tráfego e da segurança de prédios históricos, tombados pelo patrimônio histórico mundial.

Embaixada brasileira na Itália

No encerramento da programação do seminário, a comitiva brasileira foi recebida pelo embaixador do Brasil em Roma, José Viegas Filho. Durante a visita, Oliveira Lima entregou ao diplomata um exemplar do caderno Técnico do Construbusiness 2010.

O diretor da Fiesp ressaltou o estudo da cadeia produtiva, elaborado por renomadas consultorias brasileiras com o objetivo de projetar investimentos nas áreas de habitação e infraestrutura até 2022.

O dirigente da Fiesp explicou ainda que o conteúdo é uma contribuição para um “Plano de Estado”, alinhado com a política de continuidade do governo, em sua três esferas.

Oliveira Lima destacou o apoio que o setor recebeu da gestão Lula, e espera que essa sintonia continue com a atual presidente: “A presidente Dilma também foi e será uma grande aliada, no sentido de garantir o desenvolvimento sustentado do Brasil, para que no ano do bicentenário da Independência o País possa estar entre as cinco maiores economias do mundo”, afirmou.

O embaixador Jose Viegas Filho encerrou o encontro e garantiu total apoio da estrutura da embaixada para assegurar a continuidade das ações de integração das empresas brasileiras com da Itália.