imagem google

Em conferência online com Ciesp e Fiesp, Skaf pede todos nas ruas no dia 17

Presidente das casas da indústria paulista fala da importância de convencer os deputados indecisos sobre o impeachment

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

Em conferência online com as Diretorias Regionais (DRs) do Ciesp e com o Departamento de Ação Regional da Fiesp (Depar), o presidente de ambas as entidades, Paulo Skaf, pediu a todos que nesta semana façam campanha para convencer os deputados paulistas indecisos a votar pela abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A votação, no plenário da Câmara, está prevista para domingo, dia 17.

“É necessário um corpo a corpo, que é prática de cidadania, democrático, com os deputados indecisos”, afirmou Skaf para a plateia de 500 pessoas. Skaf pediu que os empresários informem a todos a lista dos indecisos, para fazer uma força-tarefa e lembrar que os deputados foram eleitos para votar pelo interesse da população. Pediu o empenho de todos para uma pressão legítima em cima dos deputados indecisos.

Também é fundamental, disse, todos estarem na rua no dia 17, “mostrando sua indignação e sua vontade e coragem de que se promova uma mudança”, que trará uma solução para a crise atual. “Se promovermos o maior movimento da história do Brasil no domingo, isso vai pesar na votação”, disse.

Skaf rememorou a movimentação que levou em dezembro Ciesp e Fiesp a apoiar o processo de impeachment. O posicionamento das entidades, afirmou, surpreendeu e produziu resultados. Em sua opinião, a campanha “Não Vou Pagar o Pato”, lançada em setembro de 2015, ajudou a impedir o aumento de impostos. “Isso se deve ao apoio maciço dos empresários”, disse, agradecendo.

No encerramento da conferência, Skaf reforçou a importância da manifestação no dia 17. “Vamos pra rua, vamos nos mobilizar. Mostrem que é importante, sim, estar nas ruas no domingo. Estamos na boca de uma mudança que pode tirar o Brasil desta enrascada.” Antes, tinha feito uma comparação com o futebol. “Não temos que ter medo de mudança. Num time que está perdendo todas, que está um desastre, é preciso mudar o técnico.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1569015073

Paulo Skaf durante conferência online com Diretorias Regionais do Ciesp e Departamento de Ação Regional da Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp