imagem google

Em artigo, Ometto avalia oportunidades para biocombustíveis com a COP 21

Vice-presidente da Fiesp escreveu para UOL sobre as oportunidades com a proximidade da Conferência, na França

Agência Indusnet Fiesp,

O recente anúncio feito pelo Brasil de que as fontes renováveis de energia devem alcançar até 33% da matriz energética pode incentivar a produção de biocombustíveis, energia solar, eólica e a geração a partir da biomassa. Enquanto isso, a aproximação da Conferência da ONU sobre Mudanças do Clima (COP 21), em dezembro na França, deve fortalecer ainda mais o debate sobre o tema e incentivar soluções para a produção desses recursos, defendeu o vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto.

Em artigo publicado pelo UOL, Ometto afirmou que o incentivo à produção de biocombustíveis e energias renováveis é ” algo importante para o nosso país, que tem grande potencial nesse sentido e reduz-se a pressão por térmicas a diesel e carvão”.

Clique aqui e leia o texto na íntegra.