imagem google

“É preciso intensificar a redução dos juros”, afirma Paulo Skaf

Presidente da Fiesp e do Ciesp considera que a taxa Selic precisa continuar caindo nos próximos meses

Agência Indusnet Fiesp

Após o anúncio de redução de 0,5 ponto percentual na taxa Selic e diante do cenário de desaceleração da atividade econômica, a Fiesp e o Ciesp defendem a continuidade do movimento de queda dos juros.

“Meio ponto percentual corresponde a uma economia de R$ 8,5 bilhões aos cofres públicos, valor suficiente para construir 10 mil escolas ou 150 mil casas populares. Por isso os juros precisam continuar caindo”, afirmou Paulo Skaf, presidente das entidades.

Assim, a Fiesp e o Ciesp esperam que, nas próximas reuniões do Copom, a autoridade monetária acentue o movimento de redução dos juros, conforme o desejo de toda a sociedade brasileira.

Na última terça-feira (18), a Fiesp e o Ciesp, ao lado da CUT, Força Sindical, Abimaq, Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, lançaram o manifesto do “Movimento por um Brasil com juros baixos: mais empregos e maior produção”.