imagem google

Dilma: reduzir o preço da energia é decisão da qual o governo não recuará

Presidenta da República lamenta ‘imensa insensibilidade daqueles que não percebem a importância’ de baixar a tarifa de energia

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571868278

Dilma: redução da tarifa de energia elétrica vai ajudar indústrias em dificuldades. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR (arquivo)

Em seu pronunciamento na cerimônia de abertura do 7º Encontro Nacional da Indústria, nesta quarta-feira (05/12), a presidente da República Dilma Rousseff disse reiterar seu compromisso de buscar, a partir de 2013,o “máximo esforço” do governo federal para reduzir as tarifas de energia.

“O preço da energia no Brasil é tão importante quanto a redução da taxa de juros, da taxa de cambio, da melhoria das condições de investimentos, da estabilidade e do respeito aos contratos para melhorar a competitividade brasileira”, comparou Dilma.

De acordo com presidente, o governo não recuará da decisão de reduzir o preço da energia. “Apesar de lamentar profundamente a imensa insensibilidade daqueles que não percebem a importância disso agora, para garantir que o nosso país cresça de forma sustentável. Isso vai onerar bastante o governo federal”, destacou a presidente.

Dilma disse que uma parte dos recursos orçamentários do governo será usada para garantir a redução da conta de luz. “Nós somos a favor da redução do custo de energia e faremos isso porque é importante para o país”, completou a chefe do Executivo.

Durante o pronunciamento, a presidente afirmou que a redução no custo da energia elétrica faz parte do esforço do governo de tornar o setor produtivo mais competitivo.

“Os ganhos, sem dúvida, serão usados tanto para redução de preços para o consumidor brasileiro, como para os produtos de exportação, o que vai abrir mais mercados, dentro e fora do país. A redução da tarifa de energia elétrica vai ajudar também, de forma especial, as indústrias que estejam em dificuldades, evitando as demissões de empregados”.