imagem google

Didi, do Sesi-SP para o mundo: nome do atleta foi anunciado para o NBA

Atleta do Sesi Franca Basquete foi anunciado como a 35ª escolha do NBA Draft 2019 pelo New Orleans Pelicans

Por Júlia Abrão, Sesi Franca

Marcos Louzada da Silva, mais conhecido como Didi, teve seu nome anunciado como a 35ª escolha do NBA Draft 2019 (2º round), pelo New Orleans Pelicans, na última quinta-feira, 20 de junho, em cerimônia realizada no Barclays Center (Brooklyn/NY).

“Era um sonho que eu tinha. Estou muito feliz por estar vivendo esse momento. É único. Difícil falar o que estou sentindo, é algo diferente, que nunca senti antes. Ouvir o meu nome ser chamado, saber que uma franquia da NBA confia no meu basquete, isso é especial. Estou vivendo um dos dias mais felizes da minha vida”, disse o jovem atleta.

Nascido em Cachoeira de Itapemirim (Espírito Santo), Didi veio para Franca aos 15 anos para atuar nas categorias de base do Sesi-SP, após ser descoberto pelo técnico Jamil Costa.

“O Jamil, do Sesi-SP, me viu jogando alguns campeonatos de base, principalmente no Sul-Americano que existe anualmente em Novo Hamburgo, e acho que chamei a atenção dele. Fui convocado para a seleção brasileira sub-15 e aí o convite para atuar no Sesi-SP foi formalizado. Eu tinha 15 para 16 anos na época”, conta o ala de 1,95m e 85kg.

Em Franca, Didi contou com toda a estrutura de primeiro mundo oferecida pelo Sesi-SP para se desenvolver como atleta. Em pouco tempo, passou de promessa a realidade, com o título da Liga de Desenvolvimento de Basquete em 2016, atuações cada vez mais sólidas com a camisa da equipe adulta e a convocação para a seleção brasileira em 2018. Começou a chamar atenção de todos.

“Didi é um garoto disciplinado, comprometido, ótimo de treino e muito focado. Nunca nos deu trabalho e sempre cumpriu o que dizíamos para ele fazer, treinar, se dedicar. É um menino extremamente trabalhador, que sabe onde quer chegar. Ele merece todo sucesso do mundo”, afirmou o técnico Helinho Garcia.

Com apenas 19 anos, Didi já é campeão Sul-Americano 2019, vice-campeão do NBB 11 e campeão Paulista 2018 pelo Sesi Franca Basquete. Atuando pela seleção brasileira, garantiu o título do Campeonato Sul-Americano sub-21, no ano passado, e foi peça importante na equipe adulta na conquista de uma vaga para a Copa do Mundo da China.

“Lembro do caminho que percorri para chegar até aqui e sei que a responsabilidade, as cobranças e a pressão serão ainda maiores a partir de agora. Tenho os pés no chão, estou me preparando para isso, é uma conquista que me enche de orgulho e que tem um pouco de cada companheiro de equipe, de cada treinador, de cada amigo que me ajudou nessa caminhada. Sei que posso e tenho muito a crescer, a evoluir e vou trabalhar duro para isso”, finalizou Didi.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1563657024
Ayrton Vignola/Fiesp

Até hoje, além de Didi, 14 brasileiros foram draftados pela NBA, sendo que três deles não atuaram na liga – Paulão Prestes, Oscar Schmidt e Marquinhos Abdala.

BRASILEIROS DRAFTADOS NA NBA
2019 – Didi Louzada (New Orleans Pelicans – 35ª posição)
2014 – Bruno Caboclo (Toronto Raptors – 20ª posição)
2013 – Raul Neto (Atlanta Hawks – 47ª posição)
2013 – Lucas Nogueira (Boston Celtics – 16ª posição)
2012 – Fab Melo (Boston Celtics – 22ª posição)
2010 – Paulão Prestes (Minnesota Timberwolves – 45ª posição)
2007 – Tiago Splitter (San Antonio Spurs – 28ª posição)
2006 – Marcus Vinícius (New Orleans/Oklahoma City Hornets – 43ª posição)
2004 – Anderson Varejão (Orlando Magic – 30ª posição)
2004 – Rafael Araújo (Toronto Raptors – 8ª posição)
2003 – Leandro Barbosa (San Antonio Spurs – 28ª posição)
2002 – Nenê Hilário (New York Knicks – 7ª posição)
1988 – Rolando Ferreira (Portland Trail Blazers – 26ª posição)
1984 – Oscar Schmidt (New Jersey Nets – 131ª posição)
1976 – Marcos Abdala Leite (Portland Trail Blazers – 162ª posição)