imagem google

Dia das Crianças: sugestões de livros infanto-juvenis da editora Sesi-SP

De livro com ilustrações a histórias que resgatam, de maneira criativa, nomes importantes da história

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp,

Uma raposa tentando ser mais esperta que um galo, e vice-versa, um garoto que queria sonhar e ilustrações sobre como seria a vida se esta fosse um trem. Essas são algumas das histórias contadas em obras da Sesi-SP Editora voltadas para o público infanto-juvenil.

Elas fazem parte da coleção “Quem Lê Sabe Por quê”, da Sesi-SP Editora, que conta com um acervo de livros de literatura infantil, juvenil e paradidáticos, além de publicações que incentivam a formação de público leitor.

Veja aqui algumas dicas perfeitas para o Dia das Crianças, celebrado neste domingo (12/10).

***

“O Galo e a Raposa”, de Alexandre Camanho
15 meses a 6 anos – R$ 29,90 – 84 páginas
Uma raposa quer devorar um galo, mas para isso ela precisa utilizar de toda a sua malícia para convencer o galo a descer da copa de uma árvore. Cada página da obra propõe uma leitura diferente da história, de acordo com a imaginação do leitor. Ao final do livro ilustrado, o leitor descobre quem é mais esperto: o galo ou a raposa. As ilustrações são de Alexandre Camanho, que ganhou o prêmio Ibema de gravura em 2012. >> Saiba mais sobre “O Galo e a Raposa” no site da Sesi-SP Editora


Imagem relacionada a matéria - Id: 1590943342“A Vida é um Trem”, de Alexandre Camanho
15 meses a 6 anos – R$ 29,90 – 52 páginas
Indicado na categoria Ilustração de Livro Infantil ao Jabuti, mais tradicional prêmio da literatura brasileira, “A Vida é Um Trem” apresenta uma alegoria da vida por meio do olhar da criança. As páginas, de fundo branco e ilustrações bem coloridas, apresentam bichos, brinquedos, bailarinas, músicos e artistas nos vagões de um trem que começa na primeira página do livro. >> Saiba mais sobre “A Vida é um Trem” no site da Sesi-SP Editora



Imagem relacionada a matéria - Id: 1590943342“Não, Sim, Talvez”, de Raquel Matsushita. Ilustrações: Ionit Zilberman
6 a 7 anos – R$ 36 – 32 páginas
A informação pode eliminar dúvidas, mas também pode gerar novos questionamentos. Como toda criança curiosa, um menino de cabelos avermelhados e volumosos gosta muito de questionar. Ele importuna a mãe e a irmã com perguntas como: por que nunca vi uma árvore de salada de frutas. Com o passar do tempo, e insatisfeito com algumas respostas, o garoto passa a buscar e colecionar suas próprias respostas, ou informações. A narrativa de “Não, Sim, Talvez” valoriza as perguntas comuns às crianças e revela que aprender algo demanda esforço próprio, mas a vale a pena. Na medida em que o jovem questionador faz as perguntas, as imagens ganham força com o fundo preenchido e sobreposição de papéis pintados. >> Saiba mais sobre “Não, Sim, Talvez” no site da Sesi-SP Editora


“Criaturas”, de Lu Lopes
Infantil – R$ 29,90 – 76 páginas
Com ilustrações coloridas e textos escritos em frases livres, a obra, que deve ser lida “girando”, apresenta diversas criaturas e personagens com características e vontades próprias, o que sugere a constante construção, ou desconstrução, do indivíduo e das criações. >> Saiba mais sobre “Criaturas” no site da Sesi-SP Editora


Imagem relacionada a matéria - Id: 1590943342“A Incrível História do Homem que Não Sonhava”, de Rafael Antón
10 a 11 anos – R$ 27 – 32 páginas
Manfredo, mais conhecido como Mani, tinha um grande sonho: poder sonhar. Em busca de seu sonho, ele decide se aventurar perto do mar. Com ilustrações que remetem a um ambiente típico de sonho, com certa penumbra, o autor apresenta a trajetória de Mani, equipado com uma escada, rumo ao seu desejo. >> Saiba mais sobre “A Incrível História do Homem que Não Sonhava” no site da Sesi-SP Editora 


Imagem relacionada a matéria - Id: 1590943342“O Colecionador de Histórias”, de Edison Rodrigues Filho. Ilustrações: Fábio Sgroi
10 a 11 anos – R$ 24,90 – 108 páginas
Frederico é o único herdeiro da coleção de arte da família Grimaldi. Embora o museu, que ao mesmo tempo é a grande casa onde Fred vive, abrigue obras de artistas como Di Cavalcanti e Anita Malfatti, o jovem não demonstra se importar com o valor da coleção e, além disso, não suporta os visitantes do espaço. Seu tutor é Rubens, funcionário de confiança de família que criou Fred e tenta salvar o museu que amarga em dívidas. A história ganha fôlego com a chegada dos sobrinhos de Rubens à casa. Curiosos eles trazem à tona um passado repleto de acontecimentos envolvendo a família Grimaldi durante uma das épocas mais movimentadas do mundo arte, A Semana de Arte Moderna de 1922. >> Saiba mais sobre “O Colecionador de Histórias” no site da Sesi-SP Editora

 Imagem relacionada a matéria - Id: 1590943342“Rapto em Istambul”, de Elenice Machado de Almeida. Ilustrações: Fábio Sgroi
10 a 11 anos – R$ 24,90 – 60 páginas
Uma participação de competidores brasileiros de 12 anos em mundial de Vela em Istambul, Turquia, pode não gerar tanta repercussão, mas o desaparecimento da capitã da equipe do Brasil pode movimentar o mundo.  Longe de seu país, os garotos da equipe decidem investigar por conta própria o desaparecimento de Leila Gomes, que também é mãe de um dos atletas, e fazem uma importante descoberta. “Rapto em Istambul” conta por quê ela foi sequestrada e mostra a reação dos brasileiros, dos vizinhos e da família da mulher à notícia. >> Saiba mais sobre “Rapto em Istambul” no site da Sesi-SP Editora