imagem google

Copagrem analisa cenário econômico nacional pós-reformas e sua consequência na cadeia produtiva

Especialistas garantiram que, com o país trilhando o caminho das reformas e das privatizações, o Brasil será cada vez mais alvo do capital estrangeiro

Mariana Soares, Agência Indusnet Fiesp

Entre as atribuições do Comitê da Cadeia Produtiva de Papel, Gráfica e Embalagem (Copagrem) da Fiesp está a de discutir suas questões de forma coordenada, reunindo os agentes do setor para unir esforços e fortalecer aqueles que compõem esta cadeia. Entre os resultados da atuação do Comitê, a melhoria do ambiente de negócios e o aumento de competitividade. Nesta sexta-feira (6/12), durante a última reunião plenária do grupo deste ano, foram discutidos temas como a importância de fusões, incorporações e aquisições de empresas, o cenário econômico pós-reforma da Previdência e o valor da comunicação positiva para alavancar as vendas.

O administrador, economista e especialista em gestão e avaliação de empresas, José Rita Moreira, afirmou que é necessário conhecer o valor da sua empresa para entender como se dará o processo ao qual quer submetê-la. “Uma companhia vale de acordo com a sua capacidade de gerar negócios futuros. É preciso projetar os próximos cinco anos, calcular a rentabilidade e a margem operacional”, afirmou.

O economista-chefe do Banco Pactual, João Scandiuzzi, reforçou que, com a Reforma da Previdência, o Brasil venceu o seu primeiro a maior desafio, afastando-se do risco fiscal. “Com o país continuando a trilhar o caminho das reformas e das privatizações, o Brasil será cada vez mais alvo do capital estrangeiro. E para conseguirmos aplicar todo esse investimento da melhor forma, é preciso manter essa segurança jurídica que começou a atrair cada vez mais olhares de fora”, completou.

A última reunião plenária do Copagrem ainda contou com a presença do apresentador de TV, Ciro Bottini. Considerado um dos principais vendedores televisivos do Brasil, a personalidade motivou os convidados e apresentou táticas importantes de vendas. “Um bom vendedor precisa ter sempre energia, motivação, bom humor e conteúdo. Venda é emoção. Sorria sempre para o seu cliente”, pontuou Bottini à plateia formada por representantes da indústria de papel, gráfica e embalagem.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1607081564

Na última reunião deste ano do Copagrem, o cenário econômico pós-reforma da Previdência e o valor da comunicação positiva para alavancar as vendas estiveram em pauta. Foto: Karim Kahn/Fiesp

Posse – Ao final da reunião, foi realizada a solenidade de posse da diretoria da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf-SP) para o triênio 2019-2022. O presidente Sidney Anversa Victor teve seu mandato renovado e apresentou a diretoria empossada.