imagem google

Com Éder e Lucas Lóh, vôlei brasileiro vence o Chile e fica com o bronze no Pan-Americano de Lima

Seleção brasileira foi superior e fez 3 sets a 0 sobre os chilenos

Por Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação

A seleção brasileira masculina de vôlei é terceira colocada nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Após jogos de superação durante a competição, o grupo brasileiro, que contou com os jogadores do Sesi-SP, Éder e Lucas Lóh, mais uma vez mostrou um bom desempenho e neste domingo (4/8), derrotou o Chile por 3 sets a 0 (25/12, 25/19 e 25/21), garantindo a medalha de bronze para o Brasil.

Durante a fase classificatória, a seleção passou pelo México por 3 sets a 1, depois venceu o próprio Chile pelo mesmo placar e na sequência encontrou os Estados Unidos e de virada garantiu o placar de 3 a 2 fechando a fase de classificação. Na semifinal, o Brasil acabou superado pelo grupo de Cuba por 3 a 0 e na disputa por um lugar no pódio, venceu o Chile.

“É uma pena que não conseguimos seguir para final. Nosso time vinha muito bem, estávamos muito confiantes em jogar a final, mas não baixamos a cabeça. Tínhamos um compromisso importante e buscamos a medalha”, comentou o central do Sesi-SP e da seleção brasileira, Éder.

O ponteiro Kadu foi o maior pontuador do Brasil e do jogo, com 18 acertos. Outro destaque ficou por conta do oposto Abouba, que marcou 10 vezes e foi um dos grandes nomes do Brasil no campeonato.

O time medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos é formado pelos levantadores Thiaguinho e Carísio; os opostos Aboubacar e Felipe Roque; os centrais Éder, Cledenilson e Matheus; os ponteiros Lucas Lóh, Kadu, Honorato e Rodriguinho, e o líbero Rogerinho.

Além de Marcelo Fronckowiak, a comissão técnica do Brasil ainda conta com o assistente técnico Giuliano Ribas, o Juba, o preparador físico Sérgio Mançan, o fisioterapeuta Carlos Eduardo Empinotti e o analista de desempenho Alexandre Leal.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1571435639
Victor Calvo/Divulgação CBV

Jogos classificação
Brasil 3 x 1 México (25/23, 25/19, 22/25 e 25/22)
Brasil 3 x 1 Chile (25/18, 22/25, 25/16 e 25/17)
Brasil 3 x 2 Estados Unidos (23/25, 21/25, 25/17, 25/19 e 15/9)

Semifinal
Brasil 0 x 3 Cuba (16/25, 22/25 e 21/25)

Disputa de 3º
Brasil 3 x 0 Chile (25/12, 25/19 e 25/21)