imagem google

Executivos das lojas Renner dão dicas de agilidade e sustentabilidade para representantes da indústria têxtil

Em videoconferência, os executivos da maior varejista de moda do país trataram da necessidade da transformação digital, da aproximação com os anseios dos clientes e reforçaram o papel articulador da Fiesp

Mariana Soares, Agência Indusnet Fiesp

 A primeira reunião plenária do Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário (Comtextil) da Fiesp aconteceu em formato de videoconferência e teve como convidados o CEO das lojas Renner, Fabio Faccio, e o gerente sênior da Cadeia de Suprimentos da mesma rede, Vinicios Meneguzzi Malfatti. Construindo juntos um ecossistema de fornecimento ágil e sustentável foi o tema do encontro on-line, realizado na última terça-feira (19/1), que contou com a presença virtual de representantes do segmento produtivo.

Os profissionais integram o quadro de colaboradores da maior varejista de moda do país. Fabio Faccio reforçou que a Renner acredita bastante no poder da cadeia nacional para impulsionar o crescimento da economia do país e reconhece o esforço de todos os agentes no propósito de sobreviver ao desgaste econômico causado pela pandemia do novo coronavírus.

“Realizamos uma transformação digital na rede para possibilitar uma experiência de compra ainda mais incrível. Outro ponto importante é a pesquisa, o entendimento do que os clientes esperam encontrar na loja ou no ambiente virtual”, disse Faccio. A assertividade na oferta dos produtos deve melhorar as margens de todos os integrantes da cadeia produtiva e resultar em um preço final menor para o consumidor, de acordo com o CEO. Dessa forma, gera-se mais valor com menos esforço.

A transformação do perfil do consumidor brasileiro também foi um ponto debatido durante a reunião virtual. Vinicios Meneguzzi Malfatti explicou que existe uma mudança de lógica na relação cliente x empresa. “Antes, a produção era empurrada. Hoje em dia, ela é demandada. No passado, tínhamos a pretensão de dizer que sabíamos o que o consumidor queria. De um tempo para cá, entendemos que se aproximar dele, criar elos com e agir com reatividade vai ajudar a desenvolver ainda mais a cadeia nacional”, enfatizou.

Os dois executivos agradeceram o convite e reforçaram o papel importante da Fiesp na articulação e no fortalecimento de todos os agentes da cadeia produtiva da indústria têxtil, de confecção e vestuário. “Todos que conseguiram manter seus negócios, vencendo as dificuldades de 2020 e até mesmo deste ano que começa merecem reconhecimento. Quanto mais a indústria e o varejo trocarem informações, ganha o setor e o cliente”, concluiu.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1620999888

A transformação digital na rede possibilitou melhor experiência de compra, afirmou Fábio Faccio, CEO das lojas Renner, ao explicar como a varejista enfrenta o período de pandemia da Covid-19