imagem google

Burocracia para abrir empresas no Brasil precisa diminuir, afirma diretor da Fiesp em reportagem do Valor Econômico

Milton Bogus lembrou que, em Portugal, é possível abrir um negócio em um dia apenas

Agência Indusnet Fiesp

O diretor titular do Departamento de Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Milton Bogus, foi citado em reportagem do Valor Econômico nesta quarta-feira (30/10). O jornal publicou um suplemento especial sobre pequenas e médias empresas.

No texto “Entrega rápida”, sobre a promessa do Governo de criar um novo sistema que permita a abertura de uma empresa em cinco dias, reduzindo a burocracia, Bogus afirma que “em Portugal, é possível abrir uma empresa em um dia. Aqui no Brasil, até para os bombeiros se exige publicação em jornal. A burocracia precisa diminuir. É preciso integrar os serviços para que tudo seja feito num local só”.

O jornal destaca ainda que São Paulo é o alvo do Governo nesse campo, já que o Estado concentra 30% das empresas do país – e a capital, responsável por quase metade disso, é a cidade mais burocratizada e, portanto, a que empurra a média brasileira de dias para abertura e fechamento de empresas para o fim do ranking.

Para ler a reportagem, só conferir abaixo ou clicar aqui e fazer um cadastro no site do jornal (o acesso é livre para assinantes).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1619004000