imagem google

Brasil reduz homicídios, de acordo com novo Mapa da Violência

Estudo realizado pelo Instituto Sangari e apresentado nesta terça-feira (30), na Fiesp, mostra aumento da criminalidade no interior

Agência Indusnet Fiesp

Mapa da Violência 2010 – Anatomia dos Homicídios no Brasil mostra que a taxa de homicídios no País está caindo.

De acordo com a pesquisa do Instituto Sangari, os índices de homicídio foram crescentes em média 5% ao ano até 2003, mas a partir deste ano as taxas revelam inédita tendência de declínio.

Com base no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, o Mapa revela ainda que, enquanto a violência diminui nas capitais, as ocorrências têm aumentado no interior e nas regiões metropolitanas.

Conforme dados do Ministério da Saúde, entre 1997 e 2007 o Brasil registrou 512,2 mil homicídios.

Ele lembrou que os jovens de 15 a 24 anos continuam a ser o grupo mais vulnerável, e que o estudo “pretende colaborar com a formulação de políticas públicas para enfrentamento do problema”.“O novo mapa fornece ao Poder Público e à sociedade civil um diagnóstico de como este tema social está se desenvolvendo”, salientou o vice-presidente do Instituto Sangari, Jorge Werthein.

Em alguns estados brasileiros, os índices de homicídio ficaram estagnados, como Pernambuco, Espírito Santo, Rondônia e Acre.

Por outro lado, os estados de Alagoas, Maranhão e Piauí tiveram crescimentos significativos, segundo o sociólogo e autor da pesquisa, Julio Jacobo Waiselfisz. “A consciência da realidade pode dar início ao processo de enfrentamento”, observou.

O diretor-titular do Departamento da Indústria de Segurança (Deseg) da Fiesp, Ricardo Lerner, disse que a Fiesp “se sente honrada” em ser parceira do Instituto Sangari. E informou: “Também temos estabelecido melhor relacionamento com a Segurança Pública do Estado de São Paulo para aperfeiçoar sua gestão”.